Tamanho do texto

Chamas tomaram um dos galpões da usina, que fica em Vitória do Xingu (PA) no final da tarde desta segunda-feira (11); ninguém se feriu no incidente

Chamas tomaram um galpão da Belo Monte, mas ninguém ficou ferido
Reprodução/Twitter
Chamas tomaram um galpão da Belo Monte, mas ninguém ficou ferido

O Corpo de Bombeiros Militar do Pará está aguardando o pedido formal do Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM) para iniciar as investigações sobre o incêndio que atingiu um galpão da usina no final da tarde desta segunda-feira (11).

Leia também: PF faz operação contra tráfico de drogas pelo WhatsApp em SP e outros 4 estados

As chamas tomaram um um galpão de almoxarifado do CCBM, no Sítio Belo Monte , em Vitória do Xingu (PA). Segundo o Consórcio Construtor, responsável pela área, não houve vítimas, apenas danos materiais. Por medida de segurança, todos os trabalhadores foram retirados do local.

Em entrevista á Agência Brasil, o comandante do batalhão responsável pela área., tenente-coronel Valtencir da Silva Pinheiro, informou que a perícia no local deve durar um dia, mas as conclusões só serão divulgadas no fim do mês.

“A conclusão da perícia leva em torno de 15 dias. Mas não era uma área grande. Agora, estamos aguardando eles formalizarem a solicitação e temos que esperar esfriar o ambiente para os levantamentos necessários”, disse.

Leia também: Empresa do helicóptero que levava Ricardo Boechat não podia fazer táxi aéreo

Mais de 20 bombeiros trabalharam por quase seis horas no combate ao incêndio. O  9º Grupamento foi acionado pouco antes das 18h dessa segunda-feira (11) e encerrou a operação por volta da 1h. O galpão, de cerca de 70 metros de comprimento, segundo os bombeiros, funcionava como depósito de material combustível.

De acordo com o comandante, havia outro depósito de material inflamável nas proximidades, mas o fogo foi controlado a tempo e o risco de disseminação do incêndio foi afastado nos primeiros instantes. Enquanto bombeiros militares combatiam o fogo dentro do galpão, funcionários da brigada mantida pela empresa no local atuaram na área externa.

Leia também: Helicóptero que transportava Boechat tentou pousar e foi atingido por caminhão

“Internamente, na área das chamas, apenas os bombeiros podem atuar, eles têm caminhões e equipamentos de apoio de menor porte. A brigada atuou de imediato e, graças a isso, todo mundo foi retirado do local assim que o incêndio começou. Ninguém ficou ferido”, afirmou o tenente-coronel.

*Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.