Tamanho do texto

Com avanço de operação policial pelo Morro da Capixaba, jovens tentaram se esconder, mas foram flagrados no local inusitado; PM ainda fez apreensão

Suspeitos estavam escondidos em caixa d'água e foram flagrados pela polícia capixaba; caso inusitado aconteceu em Vitória
Divulgação/Força Tática PM-ES
Suspeitos estavam escondidos em caixa d'água e foram flagrados pela polícia capixaba; caso inusitado aconteceu em Vitória

Três homens foram presos, por suspeita de tráfico de drogas, em um lugar bastante inusitado na última quarta-feira (6), em Vitória, no Espírito Santo. A prisão se deu quando a Políca Militar encontrou os suspeitos dentro de uma caixa d'água, no Morro da Capixaba. 

Leia também: Operação da Polícia Civil prende onze acusados de tráfico em três estados

De acordo com a polícia, uma operação foi deflagrada no morro na manhã da quarta, em busca dos suspeitos de tráfico. Conforme a operação foi avançando pelo bairro, os três homens tentaram fugir da polícia, mas logo foram descobertos e acabaram sendo flagrados escondidos em uma caixa d'água

Os suspeitos, que possuem idade entre 18 e 21 anos, estão presos no Centro de Triagem de Viana, também no Espírito Santo . O nome dos detidos são Marcelo Gomes, de 18 anos, Gleydson dos Santos Silva, de 21 anos, e Roney Ferreira, também de 21 anos. Apesar de mais novo, Gomes já tem passagem por roubo e os outros dois não possuem histórico criminal.

Leia também: PF faz ação em três estados contra esquema de tráfico internacional de pessoas

Ainda durante essa operação, foram apreendidas 24 buchas de maconha, 46 pedras de crack e também 28 pinos de cocaína. No local onde os três viviam foram encontrados dinheiro, uma pistola 380 com numeração raspada, munição, uma touca ninja e três rádios comunicadores. O valor exato do dinheiro apreendido não foi divulgado à imprensa. 

Por fim, os três foram presos em flagrante e levados para a Delegacia Regional de Vitória para prestarem depoimento. Eles foram autuados por tráfico de drogas mediante associação e emprego de arma de fogo. 

Leia também: Prefeito fluminense é preso por suspeita de envolvimento com tráfico de drogas

Nesta quinta-feira (7), a Justiça converteu a prisão do trio da caixa d'água em preventiva e eles ficarão no Centro de Triagem de Viana. Em sua decisão, a juíza Raquel de Almeida Valinho destaca que "segundo informações, os três seriam membros da facção TB/HB do bairro da Penha, que tenta dominar o local e instalar ponto de tráfico de entorpecentes".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.