Tamanho do texto

Prefeitura de Barão de Cocais informou um desnível em estrutura de nova barragem da Vale; em Itatiaiuçu, risco de novo rompimento criou evacuação

Por risco de rompimento em barragem da Vale em Barão de Cocais, 500 pessoas foram evacuadas da cidade
Divulgação/Vale
Por risco de rompimento em barragem da Vale em Barão de Cocais, 500 pessoas foram evacuadas da cidade

A Agência Nacional de Mineração determinou, na madrugada desta sexta-feira (8), a evacuação de cerca de 500 moradores das comunidades de Socorro, Tabuleiro e Piteiras, todas em Barão de Cocais, a 100 quilômetros de Belo Horizonte, em Minas Gerais. A retirada se deu por causa da Barragem Sul Superior da mina Gongo Soco, da mineradora Vale.

Leia também: Ao menos 3,5 milhões de pessoas vivem em cidades com barragens de risco no País

A prefeitura de Barão de Cocais informou, em nota, que foi acionado o nível 2 de risco da barragem. Os moradores saíram de casa na madrugada de hoje, por volta de 1h, após sirenes serem acionadas – o que não aconteceu no caso de Brumadinho, há poucas semanas.

A decisão de disparar os alarmes foi tomada diante de observações e monitoramentos feitos pela Agência Nacional de Mineração, a Defesa Civil do estado e do município e pela empresa Vale. De acordo com a nota, a informação até agora é de que há um desnível na estrutura.

Seguindo recomendações da mineradora e dos órgãos do setor mineral, os moradores das comunidades do Socorro e áreas próximas foram retirados em ônibus da Vale e veículos de apoio. A retirada foi feita por precaução, diz a nota.

Leia também: Vale previu destruição do refeitório e da sede em Brumadinho antes do desastre

Os moradores foram encaminhados para o Ginásio Poliesportivo da cidade, onde ficarão abrigados temporariamente.

Também hoje, moradores do distrito de Pinheiros, em outro município mineiro, Itatiaiuçu, foram orientados a deixarem suas casas durante a manhã. O motivo foi o risco de rompimento de uma outra barragem , dessa vez da produtora de aço ArcelorMittal.

Leia também: Vale soube de problemas em Brumadinho dias antes do desastre, indicam e-mails

O município fica na região centro-oeste do estado, a cerca de 80 quilômetros (km) de Belo Horizonte. As informações são do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais. De acordo com informações dadas pela corporação por volta das 9h de hoje, a situação está controlada no momento – alívio que ainda não foi dado aos moradores de Barão de Cocais

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.