Tamanho do texto

Rompimento de uma barragem da empresa Vale fez com que lama e rejeitos de minério invadissem a cidade em Minas Gerais; confira a galeria de fotos

Lama invadiu a zona baixa de Brumadinho após rompimento de barragem da Vale
Reprodução
Lama invadiu a zona baixa de Brumadinho após rompimento de barragem da Vale

O rompimento da barragem 1 da mina Corrégo do Feijão, da mineiradora Vale, causou um enorme estrago na pequena cidade de Brumadinho, Região Metropolitana de Belo Horizonte. O incidente aconteceu na última sexta-feira (25) e já foram contabilizadas 60 mortes, além de 292 desaparecidos.

Leia também: Mourão defende "punição no bolso" dos responsáveis pela tragédia de Brumadinho

A tragédia foi responsável algumas das imagens mais impressionantes dos últimos tempos. Desde as fotos da cidade coberta por lama logo após o acidente, até os incríveis cliques das operações de resgate comandadas pela Defesa Civil e pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, o rompimento da barragem causou comoção em todo o Brasil. Confira a galeria de imagens de Brumadinho :

Desde o rompimento da barragem, a cidade de Brumadinho já recebeu centenas de bombeiros voluntários de todo o Brasil. As Forças Armadas também ficaram à disposição da cidade. Uma tropa com 130 soldados israelenses também desembarbou em solo mineiro para auxiliar na busca.

Dos 60 mortos confirmados, 19 já foram indentificados pelas autoridades. Segundo o Corpo de Bombeiros , 192 pessoas foram resgatadas com vida e nenhuma delas corre risco.

Leia também: Mourão defende "punição no bolso" dos responsáveis pelo desastre

A mineiradora Vale, responsável pela barragem , que teve R$ 11,8 bilhões bloqueados pela Justiça. O valor representa quase 50% do caixa da empresa, que também já recebeu multas do Ibama, do Governo do Estado de Minas Gerais e do Ministério do Trabalho. Autoridades como o vice-presidente Hamilton Mourão, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge e o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, já pediram punições severas aos responsáveis.

O advogado Sergio Bermudes, contratado pela empresa, disse ao jornal O Estado de São Paulo que a "Vale não vê responsabilidade. Nem por dolo, que é infração intencional da lei, nem por culpa, que é a infração da lei por imperícia, imprudência ou negligência. Ela atribui o acontecido a um caso fortuito que ela está apurando ainda."

A Vale reagiu às declarações de seu advogado e esclareceu que "não autorizou nem autoriza terceiros, inclusive advogados contratados, a falar em seu nome". "A Vale volta a ressaltar, de forma enfática, que permanecerá contribuindo com todas as investigações para a apuração dos fatos e que esse é o foco de sua diretoria, juntamente com o apoio às famílias atingidas", disse a empresa, em comunicado.

Leia também: Vale não "vê responsabilidade" por tragédia, diz advogado; empresa rebate

O número de vítimas fatas da tragédia de Brumadinho  irá aumentar nas próximas horas, dizem os bombeiros. Segundo os agentes, corpos que já foram retirados da lama ainda não entraram na contagem oficial, que foi atualizada na tarde desta segunda-feira (28).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.