Tamanho do texto

130 soldados e equipamentos tecnológicos vão ajudar nas operações de resgate após o rompimento de uma barragem da empresa Vale na cidade

Soldados das Forças de Defesa de Israel posam antes de embarque para o Brasil. Eles vão atuar nas buscas em Brumadinho
Reprodução/Twitter/Forças de Defesa de Israel
Soldados das Forças de Defesa de Israel posam antes de embarque para o Brasil. Eles vão atuar nas buscas em Brumadinho

As tropas enviadas por Israel para ajudar nas buscas por vítimas da tragédia de Brumadinho desembarcaram em Minas Gerais na noite deste domingo (27). A equipe conta com 130 soldado e 18 toneladas de equipamentos tecnológicos.

Pela manhã, o presidente Jair Bolsonaro havia dado detalhes das conversas com Israel e da missão dos soldados em Brumadinho em seu Twitter. "Após contato com o Primeiro-ministro de Israel, @netanyahu , chegam hoje [domingo], às 12h, em Belo Horizonte-MG, recursos humanitários e profissionais", escreveu o Presidente. A expectativa é que os israelenses já se juntem à equipe de buscas na manhã desta segunda (28).

Leia também: Bolsonaro sobrevoa Brumadinho e desabafa: "Difícil não se emocionar"

Ele ainda disse que, além dos soldados, estão sendo enviados ao Brasil "16 toneladas de equipamentos destinados a busca de desaparecidos" na tragédia na cidade mineira. Também fazem parte da missão médicos, engenheiros e especialistas. 

Tropas israelenses conversam antes de embarque para o Brasil para atuar nas buscas na tragédia de Brumadinho
Reprodução/Twitter/Forças de Defesa de Israel
Tropas israelenses conversam antes de embarque para o Brasil para atuar nas buscas na tragédia de Brumadinho

A Força de Defesa de Israel também usou as redes sociais para falar sobre a vinda para a cidade mineira. Eles mostraram uma reunião da equipe antes do embarque para o Brasil e uma foto dos soldados que fazem parte da missão. "Salvar vidas não é sobre o quão longa é a distância, mas até onde você está disposto a ir", foi a legenda da imagem. 

Confira o momento do embarque dos militares israelenses para o Brasil:


Tecnologia israelense nas buscas por vítimas em Brumadinho

Bolsonaro posta foto com Benjamin Netanyahu e fala de acordo com Israel para envio de tropas a Brumadinho
Reprodução/Twitter/Jair Bolsonaro
Bolsonaro posta foto com Benjamin Netanyahu e fala de acordo com Israel para envio de tropas a Brumadinho

Na tarde de sábado (26), autoridades e governantes comentaram em entrevista coletiva a ajuda de Israel nas buscas por vítimas após o rompimento da barragem da Vale. O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, e o comandante do Corpo de Bombeiros do estados, Cel Estevão, citaram que o país conta com tecnologia que pode ajudar a encontrar vítimas, já que com tais aparelhos é possível identificar um corpo a cerca de 4 metros de profundidade. 

Pelas redes sociais, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu também comentou a conversa com Jair Bolsonaro sobre o envio de tropas ao Brasil. "Eu ofereci que Israel poderia mandar ajuda ao local do desastre e assistência para as buscas. Ele me agradeceu e aceitou a oferta", escreveu o parlamentar. 

Até a chegada das tropas de Israel, o desastre de Brumadinho já contava com 58 pessoas mortas e mais 305 desaparecidos.