Tamanho do texto

Vídeos de tragédias no Mato Grosso e em Laos foram atribuídos à cidade mineira; em 2015, acidente semelhante assolou a cidade de Mariana

Antes de Brumadinho, a tragédia de Mariana assolou o Brasil em 2015
Fred Loureiro/Secom/ES - Arquivo
Antes de Brumadinho, a tragédia de Mariana assolou o Brasil em 2015

A tragédia do rompimento da barragem da Vale na cidade de Brumadinho, em Minas Gerais, é o assunto mais comentado do Brasil. As imagens dos estragos causados pela tragédia impressionam e mostram o poder de destruição dos desastres ambientais.

Leia também: Bolsonaro sobrevoa Brumadinho e desabafa: "difícil não se emocionar"

A situação mais comparada à de Brumadinho é a da cidade de Mariana, também no estado de Minas Gerais. Naquela oportunidade o rompimento da barragem de Fundão, localizada no subdistrito de Bento Rodrigues, causou a morte de 19 pessoas. A tragédia aconteceu em 2015 e chocou o Brasil. 

Na manhã deste sábado (26), imagens de uma inundação após o rompimento de uma barragem viralizaram nas redes sociais e foram atribuidas à tragédia de Brumadinho. No entanto, se trata de um acidente que aconteceu em julho de 2018 em Laos . Pelo menos 40 pessoas morreram no incidente. Confira as imagens:

Outro vídeo que tomou as redes após o desastre de Brumadinho mostra um grupo de brasileiros correndo após um deslizamento. As imagens não só não são do incidente em Minas Gerais, como também não são de um rompimento de barragem. Na verdade, se trata de um desmoranamento nas obras de uma usina hidrelétrica em Sinop, no Mato Grosso . Veja:

Entenda a tragédia em Brumadinho

Barragem da Vale se rompeu em Brumadinho, Minas Gerais
Presidência da Republica/Divulgação
Barragem da Vale se rompeu em Brumadinho, Minas Gerais

Uma barragem da mineiradora Vale se rompeu na Mina do Feijão, em Brumadinho , na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A lama e os rejeitos invadiram a cidade. Até agora, onze mortes foram confirmadas e 299 pessoas estão desaparecidas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas