Tamanho do texto

Prefeitura e DNIT ainda discutem quem pagará a conta, mas empresa já foi contratada para fazer os reparos. Técnicos fizeram vistoria na manhã de hoje

Obras de reparo na ponte que liga Marginal Tietê à via Dutra devem começar ainda na tarde desta quinta-feira (24)
Reprodução/ Google Maps
Obras de reparo na ponte que liga Marginal Tietê à via Dutra devem começar ainda na tarde desta quinta-feira (24)

Os técnicos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) vistoriaram a ponte que liga a Marginal Tietê à rodovia Presidente Dutra novamente na manhã desta quinta-feira (24). A ponte foi interditada na noite de ontem (23) pela prefeitura de São Paulo devido ao rompimento de uma das vigas de sustentação da estrutura e não há previsão de reabertura.

Leia também: Obra para recuperar viaduto de SP deve demorar seis meses para ser concluída

A vistoria começou pela parte inferior da estrutura, com os técnicos tirando fotos do pilar mais afetado. Depois, com a ajuda de um drone, eles fotografaram a ponte de cima. A expectativa é de que as obras comecem já na tarde desta quinta-feira (24) uma vez que o prefeito Bruno Covas (PSDB) declarou que a prefeitura está disposta a contratar uma empresa sem licitação para fazer as obras de reparação da ponte que dá acesso à rodovia Presidente Dutra , principal via de acesso rodoviária entre São Paulo e o Rio de Janeiro, as duas maiores metrópoles do País.

"Já estamos com a empresa que pode ser contratada. A Prefeitura assume essa responsabilidade e depois a gente fica discutindo de quem é a culpa. A Prefeitura tem recurso disponível, mas não tem ainda um orçamento de quanto vai custar", afirmou o prefeito antecipando um outro problema: quem pagará a conta ao final.

Ainda segundo o prefeito de São Paulo , Bruno Covas, como a ponte é de responsabilidade do Dnit, a prefeitura está negociando os reparos com o governo federal. Ele disse que é difícil estimar prazo para a liberação da via, uma vez que ainda não se sabe a extensão dos problemas. “Ainda não temos estimativa do tempo que leva para a recuperação. A equipe acredita que durante as obras outros problemas podem aparecer.”

O problema na Marginal Tietê é semelhante ao encontrado no viaduto da Marginal Pinheiros, que cedeu em novembro do ano passado. A falha foi percebida antes de um rompimento na estrutura, como ocorreu no viaduto da zona oeste. “Mais dia, menos dia, teríamos nessa ponte aquilo que tivemos no viaduto da Marginal Pinheiros”, destacou o prefeito, desta vez em entrevista na noite de ontem (23).

Leia também: Prefeitura de São Paulo interdita ponte que liga Marginal Tietê à Dutra

Independentemente disso, por determinação do prefeito, mesmo antes da confirmação sobre quem vai pagar a conta (Dnit ou municipio), uma empresa já começa a trabalhar no local nesta quinta-feira. A Secretaria de Infraestrutura e Obras também ja solicitou ao Dnit o projeto da Ponte.

Como houve rompimento da viga, será seguido emergencialmente basicamente o mesmo procedimento do viaduto da Marginal Pinheiros: estabilização da Ponte e depois o macaqueamento para os reparos do tabuleiro. Uma das preocupações é com as chuvas, que são ambundantes em São Paulo nessa época do ano e deixaria uma obra mais complexa (como a demolição de parte da Ponte) mais difícil de ser executada.

Enquanto isso, o trânsito na marginal ficou congestionado na manhã de hoje (24) por causa da interdição na ponte. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), no final da manhã a Marginal Tietê tinha 4,3 quilômetros de engarrafamentos nas pistas local e central, além de 5,4 quilômetros de tráfego lento na pista expressa no sentido da Rodovia Ayrton Senna.

A orientação da companhia é que os motoristas utilizem, como alternativa, uma ponte que dá acesso à pista lateral da Dutra. Os veículos devem sair da pista expressa e passar para a central logo após a ponte da Vila Guilherme. Para o motorista que segue para a zona Leste pela pista expressa não há alterações.

Leia também: Criminosos queimam van e posto de combustível no 22º dia de ataques no Ceará

Outra alternativa é seguir pela pista local da Marginal Tietê no sentido Ayrton Senna e acessar a pista lateral da Dutra pela Ponte do Tatuapé - Deputado Ricardo Izar.

*Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas