Tamanho do texto

Criminoso se irritou ao ser informado que estabelecimento não possuía um cofre e ameaçou atirar em funcionários; após cometer o crime, homem fugiu

Homem mata cabeleireira em salão de beleza de Osasco
Reprodução/Facebook
Homem mata cabeleireira em salão de beleza de Osasco


Uma tragédia abalou a noite de Osasco nesta quinta-feira (27). Por volta das 20h, um homem, ainda não identificado, entrou em um salão de beleza localizado na Avenida Aurora Soares Barbosa, na Vila Campesina, próximo da prefeitura e pediu para que o seu cabelo fosse cortado, anunciando o assalto em seguida. Ele matou a cabeleireira que o atendeu com tiros e está foragido. A polícia utilizará as imagens das câmeras de segurança do local para identificá-lo.

Leia também: Mulher arranca pênis de vizinho que a assediava sexualmente, na Índia

A vítima Ana Beatriz Lucas, de 24 anos, era natural de Botucatu e já tinha experiência como cabeleireira . De acordo com o Boletim de Ocorrência, o salão já estava em final de expediente quando o homem implorou para que fosse atendido. O dono do estabelecimento, presente no momento do assalto, autorizou o serviço. Além do criminoso, funcionários e os proprietários do salão, mais um cliente ainda era atendido e também foi vítima de roubo.

Leia também: Jovem morre ao ser esfaqueado durante discussão na Avenida Paulista

Ana Beatriz Lucas tinha 24 anos e trabalhava como cabeleireira no salão
Reprodução
Ana Beatriz Lucas tinha 24 anos e trabalhava como cabeleireira no salão

Assim que Ana Beatriz terminou o serviço, o homem anunciou o assalto e amarrou todos os presentes usando cadarços de tênis. Ele então pediu par ter acesso ao cofre e foi informado que o local não possuía um. Assim, ameaçou atirar e escolheu justamente sua atendente para cometer o crime.

Leia também: Criminosos explodem bancos e fecham principal via de acesso a Campos do Jordão

O criminoso levou Ana Beatriz até uma sala reservada e atirou, fugindo em seguida sem desamarrar os outros presentes. Ele roubou celulares, pertences pessoais e produtos do salão antes de cometer o assassinato .

Em nota, a secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou que apura o caso e já está sob posse da polícia civil as imagens do salão de beleza em que o crime foi cometido. O corpo da cabeleireira foi levado para o instituto médico legal na mesma noite. Até a tarde desta sexta-feira (28), o criminoso seguia foragido.