Tamanho do texto

Enterro do ex-governador do Espírito Santo está previsto para as 15h desta quinta, no Cemitério da Serra, região metropolitana da capital do estado

Gerson Camata foi governador do Espírito Santo, deputado e senador; ele será sepultado nesta quinta-feira, em Vitória
Divulgação
Gerson Camata foi governador do Espírito Santo, deputado e senador; ele será sepultado nesta quinta-feira, em Vitória

Assassinado a tiros por um ex-assessor,  na tarde desta quarta-feira (26), em Vitória, o ex-governador do Espírito Santo Gerson Camata (MDB), tem seu corpo velado na manhã desta quinta-feira (27) e será enterrado pela tarde no Cemitério da Serra, na região metropolitana da capital do estado.

Gerson Camata , que tinha 77 anos, morreu em frente a um restaurante na Praia do Canto, em Vitória. Agora, o político, que também foi senador, é velado no Palácio Anchieta, sede do governo capixaba. O evento é aberto ao público. 

O sepultamento do ex-governador está previsto para as 15h. Com a presença confirmada no evento, o atual governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, decretou ontem luto oficial de sete dias no estado pela morte de Camata.

Leia também: Polícia identificou suspeitos de assassinar Marielle Franco, afirma secretário

De acordo com o secretário de Segurança Pública do Espírito Santo, Nylton Rodrigues, o ex-assessor de Camata, Marcos Venício Moreira Andrade, de 66 anos, confessou ser o autor do disparo que matou o ex-governador.

Segundo as autoridades, o autor dos disparos que atingiram o ex-governador estava em uma motocicleta e fugiu, mas foi detido e interrogado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), quando revelou sua culpa. O acusado está preso e a arma utilizada no crime, sem registro, também foi apreendida pela Polícia Civil.

Conforme informou o secretário Rodrigues, Marcos Venício foi assessor de Camata por cerca de 20 anos e, atualmente, o ex-governador movia uma ação judicial contra o ex-auxiliar, na qual a Justiça já havia determinado o bloqueio de R$ 60 mil da conta bancária do autor do crime.

Leia também: PF vai investigar possível obstrução na investigação do caso Marielle Franco

Gerson Camata  nasceu em Castelo, interior do Espírito Santo e trabalhou como jornalista e radialista antes de ingressar na vida pública nos anos 60. Formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Vitória, ele se filiou ao Arena e foi eleito vereador em 1967. Após a redemocratização, Camata se filiou ao PMDB , e foi o primeiro governador eleito em seu estado após o fim da ditadura, em 1983.

* Com informações da Agência Brasil.