Tamanho do texto

Polícia flagrou mais de 72 mil motoristas acima da velocidade e quase 2 mil alcoolizados; mais 5 mil motoristas foram autuados por trafegar sem cinto

Em balanço sobre acidentes nas rodovias, PRF registrou 72.725 flagrantes de excesso de velocidade em rodovias federais
Divulgação/PRF-SC
Em balanço sobre acidentes nas rodovias, PRF registrou 72.725 flagrantes de excesso de velocidade em rodovias federais

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 1.166 acidentes nas rodovias, dos quais 303 foram considerados graves, resultando em 89 mortes e 1.485 feridos, durante o feriado de Natal. Segundo o balanço da Operação Rodovida, entre 21 e 25 de dezembro, houve 72.725 flagrantes de excesso de velocidade em rodovias federais de todo o país.

Leia também: Mais de um terço das praias de São Paulo estão impróprias, aponta Cetesb

Ao longo dos quatro dias, os agentes policiais notificaram 8.513 ultrapassagens irregulares, mais de 70 ocorrências por hora. Em Goiás, um dos acidentes nas rodovias resultou na morte de três adultos, duas crianças e duas bebês no último sábado (22) no km 80 da BR-153, em Porangatu, no norte do estado. O acidente envolveu três caminhões e dois carros de passeio.

Na mesma data, em Carazinho (RS), foi registrado outro acidente, envolvendo um carro de passeio e um ônibus que bateram de frente, deixando quatro mortos . Uma das vítimas, um passageiro do ônibus, não usava cinto de segurança no momento do choque e foi arremessado para fora do veículo. O homem foi encaminhado ao hospital local, em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos.

Leia também: Em pleno Natal, desaparecido após tromba d'água em Minas chega andando em casa

No Natal do ano passado, foram registrados 1.352 acidentes em rodovias federais, sendo 252 considerados graves, que resultaram em 79 mortes. A diferença é que, naquele período, a operação cobriu cerca de um terço dos veículos fiscalizados este ano. Ao todo, nos quatro dias de feriado de 2017, a PRF abordou 33.133 pessoas, número que saltou para 155.600 na ação deste ano.

Em nota, a PRF informa que, com o policiamento, foi possível detectar 1.907 casos de motoristas que dirigiam após ingerir bebida alcoólica, de um universo de 59.963 submetidos ao bafômetro. Em média, verificou-se um flagrante a cada 21 testes de alcoolemia aplicados.

Mais 5.807 motoristas foram autuados por trafegar sem cinto de segurança e 946 motociclistas por estar sem capacete. Além disso, 1.020 motoristas transportavam crianças sem utilizar os equipamentos adequados para essa finalidade, como bebê-conforto, cadeirinha e assento de elevação.

Leia também: PRF apreende mais de 800 kg de cocaína com foto de Pablo Escobar

A Operação Rodovida, que visa a reduzir os índices de violência no trânsito e acidentes nas rodovias por meio de ações educativas e de conscientização, seguirá até o dia 10 de março, compreendendo o período de férias escolares, os feriados de Ano Novo e Carnaval, quando há aumento no fluxo de veículos e de passageiros nas estradas brasileiras.