Tamanho do texto

Rodrigo Neves (PDT) diz que deslizamento em comunidade era situação "muito imprevisível" e adiantou que pedirá a Witzel sistema de sirenes

Prefeito de Niterói, Rodrigo Neves prometeu entregar moradias até o fim do ano
Reprodução/Facebook
Prefeito de Niterói, Rodrigo Neves prometeu entregar moradias até o fim do ano

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), fez pronunciamento neste domingo (11) para anunciar medidas para atender às vítimas do deslizamento que provocou a morte de ao menos 15 pessoas no Morro Boa Esperança , na madrugada de sábado (10).

O pedetista classificou o episódio como uma "ocorrência trágica e dramática" e negou que tenha havido negligência por parte do poder público uma vez que, segundo as palavras do prefeito de Niterói , a tragédia ocorrida na comunidade era "muito imprevisível".

"A gente tem uma situação muito específica. Os técnicos dizem que era uma situação realmente muito imprevisível porque não havia ali encosta a ser feita contenção. Tínhamos um maciço [pedra] bem distante, coberta por vegetação. E houve o deslocamento desse enorme maciço. [...] Então nenhum órgão das três esferas de governo havia identificado essa comunidade como uma área de alto risco."

Neves exaltou ainda que foram investidos nos últimos anos R$ 200 milhões em obras "grandes, complexas e difíceis" em áreas de risco. "São obras que permitiram, nesses últimos seis anos, que Niterói não tivesse nenhuma morte, o que infelizmente era comum. Eu tenho minha consciência com Deus muito firme porque nós priorizamos os investimentos", afirmou.

"Essa situação que ocorreu deixa a gente profundamente abalado, profundamente consternado. Sobretudo pelas crianças que perderam suas vidas. Mas a gente vai fazer assistência que essa população precisa em relação a tudo que passaram de ontem para hoje. No sentido de reconstruir a sua trajetória", disse. 

Leia também: Acumulou! Ninguém acerta na Mega-Sena e prêmio pode chegar a R$ 33 milhões

Rodrigo Neves também agradeceu a solidariedade prestada pelo governo eleito, Wilson Witzel (PSC), e disse que pedirá ajuda ao governo estadual. Segundo Neves, a Secretaria Estadual de Defesa Civil instalou, entre 2012 e 2014, o sistema de sirenes em 30 áreas de risco, mas a comunidade de Boa Esperança não recebeu essa tecnologia.

"Ela não tinha esse sistema porque não tinha esse apontamento da própria Secretaria Estadual de Defesa Civil . [...] A prefeitura se dispõe a manter esse sistema, mas eu vou pedir ao governador eleito que implante essas sirenes para que a gente possa tê-lo nas três comunidades da região oceânica de Niterói, inclusive em Boa Esperança."

O político disse que a prefeitura vai fazer um convênio para atualizar as informações sobre as condições de todas as comunidades da cidade e prometeu entregar, até o fim deste ano, 480 unidades habitacionais a pessoas que já haviam sido identificadas como moradoras de áreas de alto risco para deslizamentos. Neves garantiu que irá incluir as vítimas da tragédia em Boa Esperança na lista de recebedores dessas casas.

"Já determinei à minha equipe que nós entregássemos, para além das oito famílias diretamente atingidas, nós vamos entregar 17 casas a 22 famílias cujas casas estão interditadas e que passaram a ter um alto risco em função do deslizamento", prometeu.

O prefeito informou que já foram arrecadadas sete toneladas de mantimentos para o apoio às vítimas do deslizamento , que foram encaminhadas a uma base de apoio armada na Escola Municipal Francisco Portugal Neves, em Piratininga. Assistentes sociais e psicólogos atuam no local.

Leia também: Com atenções voltadas às eleições, desmatamento na Amazônia aumentou

Veja abaixo a relação de vítimas do deslizamento em Niterói:

  1. Marcos Andone
  2. Maria Madalena
  3. Kaíque da Silva
  4. Dalvina Amarins
  5. Nicole Caetano
  6. Alan Ferreira Teles
  7. Amanda Thomás
  8. Jéssica Martins
  9. Maria Aparecida
  10. Claudiomar Dias
  11. Janete Martins
  12. Marcos Antônio
  13. Maria do Carmo
  14. Beatriz Pereira
  15. Arthur Caetano de Carvalho

Além dos 14 moradores que perderam sua vida no deslizamento, 11 pessoas foram resgatadas e encaminhadas ao hospital. Segundo o prefeito de Niterói , o estado de saúde de duas delas é grave.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.