Foliões viveram momento de pânico durante tiroteio na noite de ontem na rua Conde do Bonfim, na Tijuca
Reprodução/Twitter
Foliões viveram momento de pânico durante tiroteio na noite de ontem na rua Conde do Bonfim, na Tijuca

Uma pessoa morreu e outras três ficaram feridas na noite do sábado (27), durante tiroteio entre policiais militares e criminosos armados, que estavam em três carros roubados. O incidente aconteceu na Rua Conde do Bonfim, na Tijuca , zona norte do Rio de Janeiro.

Leia também: Polícia prende um dos envolvidos na chacina em Fortaleza; bomba é achada em bar

A vítima fatal foi identificada como Samuel Ferreira Coelho, de 24 anos, garçom do chamado "Bar do Pinto". Ele estava trabalhando no momento em que foi atingido pelos disparos trocados entre a PM e os bandidos. As outras três vítimas feridas são dois policiais e uma passageira de Uber, que passava pelo local no momento do tiroteio. Segundo informações da Folha de S. Paulo , o tiroteio aconteceu por volta das 21h de ontem, quando dezenas de foliões do bloco de carnaval “Nem Muda Nem Sai de Cima” passavam pela região.

Leia também: Tragédia da Boate Kiss, em Santa Maria (RS), completa cinco anos, sem condenados

Você viu?

Com as dezenas de disparos, os foliões e outros transeuntes entraram em pânico, correndo ou se deitando no chão para escapar dos tiros. Na página oficial do bloco, foi deixada uma mensagem de luto, lamentando a morte do garçom – que não participava da festa – e a violência nas ruas do bairro da Tijuca.

Pelo aplicativo “Onde tem tiroteio”, foi dado o aviso sobre disparos ouvis na região.

Moradores compartilham momentos de pânico no local, em que é possível ouvir um homem pedindo “calma” para os foliões no bloco de carnaval .


Violência no Rio

E a violência assola outras regiões da capital fluminense.  Ontem, um tiroteio na comunidade da Rocinha, atingiu uma idosa de 70 anos, moradora local. Não foi revelada a identidade da vítima, que foi internada no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea. A Polícia Militar nega que tenha ocorrido confronto com equipes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Rocinha. Não há informação sobre o estado clínico da mulher.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários