Tamanho do texto

Suspeitos de terem atirado para o alto enquanto van de Lula passava pela Arena Fonte Nova foram detidos por porte de arma, segundo a PM

Ainda que não seja oficializada, a série de visitas às capitais nordestinas deverá servir para a campanha presidencial de Lula em 2018
Reprodução/Twitter Partido dos Trabalhadores (PT)
Ainda que não seja oficializada, a série de visitas às capitais nordestinas deverá servir para a campanha presidencial de Lula em 2018

Durante a chegada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Salvador,  nesta quinta-feira (17), cinco pessoas que protestavam contra Lula foram detidas pela Política Militar baiana depois de um deles ter sacado uma arma.

Segundo os policiais, no momento em que a van de Lula passou diante do local onde alguns manifestantes estavam fazendo um ato contra o ex-presidente e carregando faixas em apoio à intervenção militar, um deles havia disparado para o alto, mas não houve nenhum ferido.

A confusão aconteceu durante a visita do petista à Arena Fonte Nova. Por volta das 16h30 de hoje, o político havia pego o metrô, viajando na cabine, para chegar ao estádio, programação que faz parte da primeira atividade da caravana de 25 dias pelos nove estados do Nordeste.

Próximo ao local, militantes faziam manifestações para em apoio a Lula e integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL) e Vem Pra Rua também organizaram atos contra o ex-presidente.

Em menor número, cerca de 20 pessoas, os anti-petistas estavam munidos do boneco inflável Pixuleco, personagem muito usado durante as passeatas que pediram o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff em 2015 e 2016.

Leia também Lula pede suspensão de novo depoimento a Sérgio Moro na Lava Jato

De acordo com o jornal Estado de S. Paulo, os manifestantes pró-Lula partiram para cima do boneco e o rasgaram. Um princípio de briga foi identificado, mas logo apartado pela Polícia Militar.

Caravana

Logo após ter sua condenação anunciada pelo juiz Sérgio Moro no caso tríplex, na Lava Jato, o próprio petista havia anunciado sua peregrinação pelo Nordeste, o que deverá servir como uma 'campanha prévia' para a eleição presidencial de 2018. Oficialmente, porém, o objetivo alegado pelo staff do ex-presidente é o de que a série de viagens servirá para "ver de perto a realidade e as transformações pelas quais o Brasil passou nos governos do PT".

Além de Salvador, o sindicalista também planeja visitar as capitais Recife (PE), Maceió (SE), João Pessoa (PB), Teresina (PI) e São Luís (MA), onde a caravana será encerrada, no dia 5 de setembro.

Lula já declarou em diversas ocasiões que está disposto a se candidatar para a Presidência da República, plano que pode ser barrado caso a condenação do ex-presidente no caso tríplex seja mantida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). No primeiro 'teste' do petista nas urnas pós-condenação na Lava Jato, Lula sofreu revés na pequena cidade de Miguel Leão (PI) , onde seu apoio não foi capaz de eleger o candidato do PT em eleição suplementar realizada no início deste mês.

Leia também: Supremo retira de Moro depoimentos de Joesley Batista sobre Lula e Mantega

    Leia tudo sobre: Lula

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.