Tamanho do texto

Serviço está sendo feito pelas empresas que ganharam licitação

Após meses de falhas, os semáforos de alguns cruzamentos da capital paulista começaram a ser recuperados por um mutirão de conserto. As obras tiveram início nessa segunda-feira (25), elas estão sendo realizada pelas empresas que venceram a licitação para ter direito de fazer o reparo em quase 6.400 equipamentos da cidade.

Leia também: "Ao contrário do Lula, ganhei meu dinheiro trabalhando", diz João Doria

Mutirão faz conserto dos semáforos em ruas e avenidas de São Paulo
Thinkstock/Getty Images
Mutirão faz conserto dos semáforos em ruas e avenidas de São Paulo

De acordo com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), a vencedoras da licitação aceitaram antecipar o início do trabalho para beneficiar avenidas como a Rio Branco (centro), João de Luca (zona sul), Marechal Tito (zona leste) e Roberto Marinho (zona sul) que estavam com os semáforos quebrados.

As empresas deverão fazer a manutenção em 6.399 cruzamentos, incluindo reposição de peças e reparo em caso de roubos de fios, entre outros. Não estão previstas, no entanto, ações preventivas ou modernização. Segundo a CET, os cruzamentos escolhidos para receber os primeiros reparos representam "a maior recorrência de falhas provocadas por diversas razões, principalmente aqueles sem funcionamento em razão de furtos e vandalismo".

Leia também:  João Doria pede R$ 1 bilhão ao BNDES para recapear ruas de São Paulo

A gestãdo do prefeito tucano João Doria (PSDB) afirma que, depois, pretende fazer uma melhoria mais ampla da rede. São Paulo está sem contrato de manutenção dos aparelhos desde o começo do ano. Todos os reparos estavam sendo feitos pela própria CET de forma improvisada.

O prefeito afirma que que a pendência foi deixada por Fernando Haddad (PT), que, por sua vez, diz ter deixado recursos em caixa para a nova gestão definir suas prioridades. Para os novos contratos, a cidade foi dividida em três regiões e cada empresa será responsável por um lote. O contrato será válido por um ano e poderá ser renovado.

Leia também: João Doria não será candidato a presidente, mas pode ser a governador

Segundo o presidente da companhia, João Octaviano Machado Neto, a previsão é que o trabalho nos semáforos seja concluído até o fim do mês, antes do início das aulas, em agosto.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.