Tamanho do texto

Policiais chegaram aos locais das ocorrências após receberem denúncias pelo app Denúncia Ambiente, lançado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente

A Polícia Militar Ambiental realizou uma megaoperação em toda a região metropolitana de São Paulo nesta quarta-feira (10) para combater a destinação irregular de resíduos sólidos. De acordo com os policiais, a Operação Flora obteve muito sucesso no objetivo de proteger o meio ambiente.

Leia também: Polícia Militar Ambiental apreende balão no momento da soltura e evita crime 

Ocorrência em Suzano flagrou o descarte de material proibido
Divulgação Polícia Militar Ambiental
Ocorrência em Suzano flagrou o descarte de material proibido

"Operação Flora só foi possível porque as denúncias chegaram para a Polícia Militar Ambiental atráves do aplicativo Denúncia Ambiental para celulares, lançado esta semana pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente, onde qualquer pessoa pode denunciar infrações ambientais.", revelou o Capitão Emerson.

Ao todo, a operação policial fiscalizou seis pontos da grande São Paulo e aplicou dez Autos de Infração Ambiental – valor total multas aplicadas R$ 118.761,09. Dos seis locais que foram vistoriados o caso de Embu das artes e de Suzano chamaram mais a atenção.

Ocorrência de Embú das Artes

Os PMs tiveram uma surpresa quando chegaram no local apontado pela denúncia, lá eles encontraram descarte de resíduos sólidos, supressão de nascente e curso de água devido a existência de aterro; além de supressão de vegetação em Área de Proteção aos Mananciais da Guarapiranga para construção futura de galpão para Prefeitura.

Ainda foi apreendido R$ 5. 643,50 em espécie, além de R$ 1.710,00 em cheques, referente a contabilidade do crime; além de um trator que estava guardado em uma garagem em um local próximo. Três indivíduos que estavam no aterro também foram autuados por supressão de vegetação nativa da mata atlântica.

Leia também: Polícia Militar Ambiental prende grupo após queda de balão gigante em Campinas

Ocorrência de Suzano

A região fiscalizada pelos policiais já havia sido autuada pela Polícia Ambiental pelo descarte de entulho que destruiu vegetação nativa (Mata Atlântica). No local foram dois caminhões apreendidos e dois indivíduos autuados.

Cada indivíduo receberá uma multa de R$ 10.000,00 (dez mil reais). Eles foram encaminhados à Delegacia do Meio Ambiente, de Mogi das Cruzes, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado pelo crime de Desobediência. Os caminhões ficarão apreendidos em um pátio em Itaquaquecetuba.

De acordo com os policiais, a CETESB será informada, já que o local da infração é uma área de Proteção aos Mananciais.

A Polícia Militar Ambiental está de olho e conta com a população para combater todo o tipo de crime contra o meio ambiente.

Leia também: Polícia Militar Ambiental de SP celebra 100% de digitalização de seus processos


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.