Tamanho do texto

Grevistas tentaram impedir que o prefeito de São Paulo chegasse ao trabalho nesta sexta-feira, mas foram surpreendidos pois ele "acorda cedo"

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), acabou dando um banho nos grevistas que tentaram impedir sua entrada no prédio da prefeiura de São Paulo na manhã desta sexta-feira (28). De acordo com o tucano, os manifestantes que planejavam o bloqueio em frente à sua casa não conseguiram sucesso, pois ele "acorda cedo".

Leia também: Cotado para 2018, João Doria afirma que Lula "é o maior cara de pau do Brasil" 

Doria dribla manifestantes e deixa grevistas falando sozinhos ao chegar mais cedo no trabalho
Rovena Rosa/Agência Brasil - 1.1.17
Doria dribla manifestantes e deixa grevistas falando sozinhos ao chegar mais cedo no trabalho

“A esses grevistas que quiseram bloquear o meu acesso, acordem mais cedo, vagabundos, porque o prefeito acorda cedo e trabalha muito, da próxima vez acordem mais cedo se quiserem fazer alguma tentativa de bloquear o acesso do prefeito ao seu ambiente de trabalho. Recado dado.”, disse Doria em entrevista à Rádio Jovem Pan.

Leia também: Um mês de Doria: o que é verdade e o que é mentira sobre a nova gestão de SP 

 O tucano afirmou que a Prefeitura segue em ação conjunta com o governo do Estado desde as 5h da manhã de hoje para ter soluções rápidas e eficientes para eventuais problemas na cidade. O prefeito disse ainda que vai cobrar multa daqueles que romperam com a decisão da Justiça, que determinou a circulação mínima dos ônibus municipais, mas que não vê cabimento em prejudicar os servidores que chegarem atrasados ao trabalho, já que a cidade está com as condições de trânsito e transporte fora do comum.

Leia também: Doria bate boca com manifestante pró-Dilma: "Golpista é quem rouba"

Também em entrevista nesta manhã, o prefeito João Doria disse à Rádio Bandeirantes que a Guarda Civil Metropolitana e Polícia Militar estão trabalhando para abrir ruas e avenidas que estejam bloqueadas por manifestantes.

Prefeitura regional de Pinheiros

Em um vídeo que circula nas redes socias, o prefeito regional de Pinheiros, Paulo Mathias, aparece com alguns de seus funcionários que diziam que passariam a noite dessa quinta-feira (27) no prédio da prefeitura para não sofrerem com a greve geral que atinge o País nesta sexta-feira (28).

Nas imagens, Paulo diz estar arrepiado e emocionado com a atitude dos trabalhadore e finaliza dizendo que: "aqui na Prefeitura de Pinheiros, amanhã é dia de trabalho.". Parece que o exemplo de Doria tem seguidores.