Allan dos Santos, blogueiro bolsonarista
Alessandro Dantas/ PT no Senado
Allan dos Santos, blogueiro bolsonarista

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, impôs ao  Telegram o bloqueio de três perfis sob pena de suspender a plataforma no Brasil. Publicada nesta sexta-feira (25), a decisão foi assinada na sexta passada.


Os alvos são as contas do  blogueiro bolsonarista Allan dos Santos (@allandossantos), do blog dele, Terça Livre (@tercalivre), e do canal Artigo 220 (@artigo220), usado por ele.


Além da ordem para suspensão das contas, Moraes quer que o Telegram indique todos os dados utilizados para a criação dos perfis, suspenda a monetização e também indique os lucros de cada canal.

Leia Também


“O uso do Telegram se revela como mais um dos artifícios utilizados pelo investigado para reproduzir o conteúdo que já foi objeto de bloqueio nestes autos, burlando decisão judicial, o que pode caracterizar, inclusive, o crime de desobediência a decisão judicial sobre perda ou suspensão de direito (art. 359 do Código Penal). A utilização de vários perfis, criados com a intenção de se esquivar dos bloqueios determinados, tem sido prática recorrente de Allan Lopes dos Santos para a continuidade da prática delitiva, comportamento que deve ser restringido”, argumentou Moraes na decisão divulgada pela CNN Brasil.

Santos é alvo de um mandado de prisão emitido por Moraes, mas até hoje não cumprido . O blogueiro está vivendo nos Estados Unidos. Com isso, o ministro deu 24 horas para que o Telegram cumpra a ordem.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários