Queima de fogos no Rio de Janeiro
João Laet / Agência O Dia
Queima de fogos no Rio de Janeiro

A virada do ano no Rio tem grandes chances de ocorrer sob fortes chuvas, mais especificamente na Região Metropolitana. Para esta sexta-feira (31), há previsão de chuva fraca durante o dia. Na hora da virada, a previsão é de chuva moderada à forte em Niterói. A cidade do Rio segue em estágio de mobilização desde a tarde de quinta-feira.

Foram registrados 49 bolsões d'água. Dois deles ainda persistem na manhã desta sexta-feira (31), na Muzema e no Tanque, na Zona Oeste. A Defesa Civil registrou a queda de um muro na Vila Valqueire, na Zona Oeste, e de duas árvores, em Botafogo, na Zona Sul, e em Vila Isabel, na Zona Norte. Ao todo, foram 36 sirenes em 21 comunidades.

Em Niterói, foram registrados três deslizamentos de terra nos bairros Maceió, Fonseca e Largo da Batalha e dois desabamentos parciais de imóveis. A cidade entrou em estágio de atenção às 14h30 de quinta-feira (30).

No Badu, bombeiros resgataram idosa de 67 anos depois do desabamento da laje do piso do segundo andar de sua casa. Com ferimentos leves, ela foi levada para o Hospital Azevedo Lima. A água da chuva inundou a Travessa Madame Pacheco, no Barreto, e deixou uma pessoa ilhada, mas a guarda municipal conseguiu resgatá-la.

Segundo a Secretaria de Defesa Civil e Geotécnica de Niterói, os maiores acumulados de chuva foram registrados em Tenente Jardim (57mm), Bonfim (51mm), Piratininga (47mm), Igrejinha/Maceió (46mm) e Coronel Leôncio (44mm).

Foram registrados pontos de alagamentos na Alameda São Boaventura, na Estrada Francisco da Cruz Nunes e no Barreto. A Defesa Civil também realizou duas vistorias preventivas, relacionadas a risco de deslizamento e de desabamento de muro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários