Chineses quebram ética e realizam 'pré-teste' de vacinas
EPA
Chineses quebram ética e realizam 'pré-teste' de vacinas

Uma empresa estatal chinesa tem testado sua vacina em funcionários, cientistas e altos executivos, antes mesmo de o governo aprovar os testes em seres humanos. “Ajudando a forjar a espada da vitória”, diz um post da SinoPharm com fotos de líderes da empresa que, segundo ela, ajudaram no  “pré-teste”  da vacina. 

O país vem travando uma 'corrida por vacina' , competindo com empresas americanas e britânicas para ser a primeira com uma vacina eficaz contra a Covid-19 — o que seria um triunfo tanto científico quanto político.

Das quase 20 vacinas mais avançadas ao redor do mundo, oito são produções chinesas. Além da SinoPharm, há mais uma empresa chinesa que anunciou que a vacina está entrando nos testes finais.

A alegação da SinoPharm de que 30 "voluntários especiais" foram testados antes mesmo de a empresa obter permissão para seu estudo inicial em humanos, levanta preocupações éticas entre os observadores ocidentais.

"A ideia de pessoas dispostas a se sacrificar...é bastante esperada na China", diz Yanzhong Huang, especialista em saúde global do Conselho de Relações Exteriores, uma organização sem fins lucrativos dos EUA. Porém, com a vacinação de funcionários de empresas e governos, outros funcionários “podem sentir pressão para participar. Isso violaria o princípio voluntário”, que é a base da ética médica moderna, disse Huang.

A SinoPharm , que não quis comentar esta história, está testando dois candidatos a vacina que receberam permissão do governo para estudos da Fase 1 no final de abril. Em um post na conta oficial do WeChat de sua subsidiária, a empresa diz que realizou seu "pré-teste" no final de março "para fazer com que as vacinas cheguem ao mercado o mais cedo possível".

Não seria o único atalho que a China está adotando. No final de junho, o governo deu uma aprovação especial aos militares para usar uma vacina experimental feita por outra empresa, a CanSino Biologics, pulando os testes finais necessários para provar se ela realmente funciona.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários