No primeiro dia de lockdown em Niterói , na região Metropolitana, motoristas enfrentam trânsito intenso nos acessos a cidade. Nos pontos de bloqueio com municípios vizinhos, instalados no início de abril, servidores começaram nesta segunda-feira (11) a medir a temperatura daqueles que chegam de outras cidades.

Leia também: São Paulo atinge 41 mil casos de Covid-19 no estado

Ponte Rio–Niterói
Arthur Boppré/ Wikipedia Commons
Ponte Rio–Niterói

Leia também: Cientistas da Itália afirmam ter desenvolvido 1ª vacina contra Covid-19

Com o procedimento para conter a Covid-19 , o engarrafamento na Alameda São Boaventura, no sentido Ponte Rio- Niterói , chega à altura do Hospital Estadual Azevedo Lima. Para quem chega de São Gonçalo pela BR-101, são 6 km de trânsito parado, num engarramento que já passa da Ilha das Flores.

Leia também: São Paulo: hospitais de campanha já somam 14 mortes causadas pelo Covid-19

O nó no trânsito por conta dos bloqueios também acontece na Ponte Rio-Niterói, que registra 25 minutos de tempo de travessia para Niterói. Os acessos para o Centro, pela Avenida Feliciano Sodré, e para Icaraí, pela Avenida Jansen de Melo, também registram congestionamento

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários