Socialite queniana gera polêmica ao se submeter a tratamento para clarear a pele

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Vera Sidika contou em entrevista à TV que realizou as diversas sessões no Reino Unido; sua postura foi criticada em rede social

Reprodução/Twitter
Celebridade no Quênia, Vera Sidika revelou em entrevista ter se submetido a tratamento para clarear sua pele

O clareamento da pele está sob os holofotes no Quênia após a socialite Vera Sidika revelar ter gastado dezenas de milhares de dólares para se submeter ao procedimento e ficar mais clara.

Apelidada de "Kim Kardashian do Quênia", Vera é famosa por postar fotos de suas curvas voluptuosas nas mídias sociais. Mas, desta vez, a pauta não foi seu corpo escultural.

Leia mais notícias do Mundo Insólito

Ela falou abertamente sobre o tratamento a um programa de TV queniano. "Ficar bonita é o meu negócio", disse ela com naturalidade. "Meu corpo é meu, de mais ninguém". Vera contou que o clareamento foi realizado no Reino Unido e sugeriu um custo de 15 milhões de shillings quenianos, cerca de 376 mil reais, nessa empreitada.

A proporção da entrevista nas mídias sociais do país foi enorme. "Fui acusado de promover e endossar uma visão centrada da beleza branca para as meninas africanas pela entrevista", disse o apresentador Larry Madowo à BBC. "A crítica foi muito intensa". A NTV decidiu pôr no ar um programa para discutir o clareamento da pele.

Vera Sidika se submeteu ao tratamento no Reino Unido e falou com naturalidade sobre o assunto. Foto: Reprodução/FacebookA socialite afirmou em entrevista de TV que não tem problema nenhum em assumir que se submeteu ao tratamento. Foto: Reprodução/Facebook'Ficar bonita é o meu negócio', disse ela durante entrevista de TV no Quênia. Foto: Reprodução/YoutubeAlém de Vera Sidika, o apresentador do programa que a recebeu também foi criticado nas redes sociais. Foto: Reprodução/YoutubeVera Sidika é conhecida como a 'Kim Kardashiam' do Quênia. Foto: Reprodução/YoutubeCelebridade em seu país, a socialite diz estar contente com o resultado. Foto: Reprodução/YoutubeEla gastou cerca de 360 mil reais para ficar com a pele mais clara. Foto: Reprodução/YoutubeVera Sidika posta com frequência fotos onde aparece rodeada de amigas, badalando pelo Quênia. Foto: Reprodução/Youtube


Madowo descreveu a reação nas mídias sociais como "fascinante", "surpreendente" e "hipócrita". Muitos homens no Quênia, de fato, preferem mulheres de pele clara, diz ele. Mulheres de pele escura são muitas vezes chamadas pejorativamente de "de cor".

Ao contrário da Índia, onde cremes de clareamento são comuns, no Quênia, o clareamento de pele continua sendo um tabu e geralmente são realizados em pequenos espaços clandestinos. Especialistas acreditam que o procedimento está em ascensão e alertam sobre os perigos de tratamentos não regulamentados no mercado negro.

Clareamento da pele tem sido um problema na África há algum tempo e veio à tona no início deste ano quando a estrela pop nigeriano-camaronesa Dencia lançou um creme chamado Whitenicious.

*Com BBC

Leia tudo sobre: clareamento de pelequeniasocialiteafricatvntvmadowo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas