Homem abre fogo e mata sete em universidade dos EUA

Atirador invade instituição religiosa em Oakland, na Califórnia, comete ataque e depois se rende em supermercado

iG São Paulo |

AP
Imagem de celular mostra movimentação em frente à universidade em Oakland, nos EUA, onde tiros foram disparados
Um homem abriu fogo em uma universidade particular de Oakland, no Estado americano da Califórnia, nesta segunda-feira, matando ao menos sete pessoas e ferindo outras três.

De acordo com Larry Reid, presidente do Conselho da Cidade, que conversou com o chefe de polícia local, um suspeito foi detido pelas autoridades.

Leia também: Veja os piores ataques em escolas nos últimos 15 anos

"Um homem entrou no local e disparou vários tiros", afirmou Johanna Watson, porta-voz da polícia de Oakland.

Segundo o jornal San Francisco Chronicle, os tiros foram disparados por volta das 10h40 (horário local) na Universidade de Oikos. Mais de uma hora após o ataque, alunos ainda estavam sendo retirados do local. 

Deborah Lee, que participava de uma aula de inglês, disse ter escutado cinco tiros. "O professor disse: 'Corra' e nós corremos", contou. "Eu estava bem porque sei que Deus me protege. Não tive medo dele".

Os feridos na ação do atirador chegaram para receber tratamento no Hospital Highland, de acordo com a porta-voz Jerri Randrup.

O pastor Jong Kim, que fundou a universidade há cerca de 10 anos, disse ao Oakland Tribune ter ouvido cerca de 30 disparos no prédio. "Eu continuei no meu escritório", contou.

Com AP e BBC

    Leia tudo sobre: califórniaeuaoaklandatirador

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG