Papa diz estar 'ansioso' para visitar Rio de Janeiro em julho

Por BBC Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Em Domingo de Ramos, pontífice confirma visita ao Brasil para Jornada Mundial da Juventude; ele diz que celebrará missa na praia de Copacabana e rezará no Cristo Redentor

BBC

O papa Francisco confirmou que viajará ao Brasil em julho para participar da Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro. Ele fez o anúncio na manhã desse domingo, ao celebrar a missa do Domingo de Ramos na Praça de São Pedro, em Roma.

Vaticano: Papa Francisco abre Semana Santa com missa do Domingo de Ramos

Reuters
Papa Francisco faz procissão em celebração de Domingo de Ramos no Vaticano

Sábado: Papa Francisco se reúne com Bento 16 para almoço em Castel Gandolfo

Durante a cerimônia, o pontífice argentino disse que irá celebrar missa na praia de Copacabana e rezar na estátua do Cristo Redentor, de acordo com o correspondente da BBC em Roma, David Willey. Falando a milhares de peregrinos, Francisco também pediu que os jovens "digam ao mundo que é bom seguir Jesus".

No Twitter, após a celebração, ele disse, em inglês: "Estou ansioso pelo próximo mês de julho no Rio de Janeiro! Espero ver todos vocês nessa grande cidade brasileira!"

Páscoa: Papa fará grande celebração da Semana Santa em presídio juvenil

Reunião com presidente: Papa diz a Dilma que visitará Rio e Aparecida

A Jornada Mundial da Juventude acontecerá pela primeira vez no Brasil desde a sua criação, em 1984.

Lava-pés

A missa deste domingo foi a primeira de uma série de eventos de celebração da Páscoa, a semana mais importante do calendário da Igreja Católica.

Missa inaugural: Papa Francisco pede proteção aos pobres e ao meio ambiente

Na próxima quinta-feira, o pontífice lavará os pés de 12 prisioneiros - representando os 12 apóstolos - em um centro de detenção juvenil, onde Bento 16 realizou a cerimônia em 2007.

A cerimônia da Quinta-feira Santa costuma ser celebrada em uma catedral em Roma, com padres representando os apóstolos de Cristo. Segundo a antiga tradição cristã, durante a missa, o papa lava e beija os pés de 12 pessoas, para replicar a transcrição bíblica do gesto de humildade de Cristo diante de seus 12 apóstolos uma noite antes de ser crucificado.

No sábado, Francisco foi de helicóptero até a residência papal de verão, Castel Gandolfo, para um almoço com seu antecessor

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas