Força aérea israelense abate aeronave não tripulada

Origem de aparelho, que aparentemente não carregava explosivos, ainda é incerta

Reuters |

Reuters

A força aérea israelense abateu um avião não tripulado após a aeronave cruzar a fronteira no sul de Israel neste sábado, disseram os militares. Até o momento não se sabe a origem do aparelho, que aparentemente não carregava explosivos.

AP
Imagem divulgada pelo Exército de Israel mostra momento em que avião não tripulado foi abatido

O avião foi detectado pela primeira vez sobre o Mar Mediterrâneo na área da Faixa de Gaza, controlada pelo Hamas, a oeste de Israel, disse a porta-voz militar Avital Leibovich.

A aeronave foi mantida sob vigilância e seguida por jatos da Força Aérea Israelense, antes de ser abatida sobre uma floresta, em uma área despovoada, perto da fronteira com territórios ocupados da Cisjordânia.

Leibovich disse que o avião foi abatido depois de sobrevoar a região sul do deserto de Negev por cerca de 55 km. 

Leia também: EUA defendem uso de avião não tripulado após morte de nº 2 da Al-Qaeda

O ministro da Defesa, Ehud Barak, elogiou a interceptação, a qual caracterizou como "incisiva e eficaz". "Nós vemos com bastante severidade a tentativa de comprometer o espaço aéreo israelense e iremos considerar a nossa resposta no devido tempo", disse Barak em um comunicado.

Soldados, com ajuda de helicópteros, inspecionavam a área em busca dos destroços do avião que, segundo fontes de segurança, provavelmente não veio da Faixa de Gaza. A rádio do Exército israelense disse que o aparelho não carregava explosivos.

Em pelo menos uma ocasião, o Hezbollah, grupo do Líbano apoiado pelo Irã, lançou um avião deste tipo em direção a Israel. Em 2010, uma aeronave israelense abateu um balão aparentemente não tripulado no Negev, numa área próxima ao reator nuclear israelense Dioma.

    Leia tudo sobre: israelhezbollahirãavião não tripuladofaixa de gaza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG