Veja os principais momentos da trajetória política de Hugo Chávez

Após longa luta contra o câncer, presidente venezuelano morre aos 58 anos em hospital militar de Caracas

iG São Paulo | - Atualizada às

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, morreu nesta terça-feira após uma longa luta contra o câncer. Veja a seguir os principais fatos de sua trajetória política.

Saiba mais: Veja o especial do iG sobre a Venezuela

Veja os momentos que marcaram sua carreira política:

Getty Images
Chávez em campanha por referendo constitucional em 1999, no ano em que assumiu o poder (14/12/1999)

- 4 de fevereiro de 1992: O tenente-coronel Hugo Chávez fracassa em uma tentativa de golpe de Estado contra o presidente Carlos Andrés Pérez. Após permanecer dois anos na prisão, o então presidente Rafael Caldera concede anistia a Chávez.

- 6 de dezembro de 1998: Chávez vence as eleições presidenciais com 56% dos votos.

- 2 de fevereiro de 1999: Chávez assume a presidência e convoca um referendo para designar uma Assembleia Constituinte com a missão de escrever uma nova Carta Magna, que foi aprovada em 15 de dezembro em um plebiscito com mais de 70% dos votos.

- 30 de julho de 2000:  Chávez, cumprindo o previsto na nova Constituição, convoca eleições e é reeleito com 56,9% dos votos.

- 10 de dezembro de 2001: O presidente enfrenta sua primeira greve nacional, convocada por empresários e apoiada pela maior central sindical, contra leis consideradas confiscatórias.

- 11 de abril de 2002: O alto comando das Forças Armadas venezuelanas derrota Chávez, após um confronto nas imediações do Palácio presidencial de Miraflores que terminou com 19 mortos. O incidente ocorreu depois de uma grande manifestação em Caracas, convocada pelo setor empresarial e pela maior confederação de trabalhadores, para exigir a renúncia do presidente. A manifestação é desviada por dirigentes opositores para o Palácio presidencial, o que provocou o confronto.

- 12 de abril de 2002: O líder empresarial Pedro Carmona assume o poder e dissolve os poderes do Estado.

- 13 de abril de 2002: Chávez é restituído à presidência por militares leais e por uma enorme mobilização popular.

- 2 de dezembro de 2002:  Tem início uma greve petroleira com o objetivo de tirar Chávez do poder.

- 15 de agosto de 2004:  Chávez vence com 59% dos votos um referendo revocatório convocado pela oposição para destituí-lo.

- 4 de dezembro de 2005: A oposição decide boicotar as eleições parlamentares e o chavismo conquista todas as cadeiras da Assembleia Nacional.

EFE
O presidente venezuelano, Hugo Chávez, participa de ato de campanha em Guarenas (30/09)

- 3 de dezembro de 2006:  Chávez é reeleito presidente com 62% dos votos.

- 2 de dezembro de 2007: Uma reforma da Constituição proposta por Chávez, que inclui a reeleição ilimitada, é rejeitada em referendo.

- 23 de novembro de 2008: O chavismo vence as eleições regionais e municipais, mas perde nos Estados mais populosos e em Caracas.

- 14 de janeiro de 2009: A Assembleia Nacional aprova uma emenda à Constituição, que permite a reeleição indefinida do presidente.

- 15 de janeiro de 2009:  A emenda é aprovada em referendo.

- 26 de setembro de 2010: A oposição dividida obtém mais votos nas eleições legislativas, mas os governistas conquistam 60% das cadeiras do Parlamento.

- 30 de junho de 2011: Em uma mensagem à nação, Chávez afirma que foi operado em Cuba de um tumor cancerígeno.

- 20 de outubro de 2011: Chávez diz estar curado de câncer, após passar por tratamento de quimioterapia.

- 26 de fevereiro de 2012: Chávez é operado de um novo tumor na mesma região de onde foi retirado o primeiro. De março a maio, é submetido a um tratamento de radioterapia em Cuba, que o faz se retirar da vida pública.

- 9 de julho de 2012: Chávez assegura que está "totalmente livre" do câncer.

- 31 de julho:  O presidente assina em Brasília a entrada da Venezuela no Mercosul (Argentina, Brasil, Paraguai (suspenso) e Uruguai).

- 9 de dezembro: Chávez anuncia retorno do câncer e declara vice Nicolás Maduro como seu potencial sucessor .

- 11 de dezembro: É submetido à quarta cirurgia relativa ao câncer.

- 18 de fevereiro de 2013: Vindo de Cuba, Chávez retorna a Caracas para continuar tratamento contra câncer em hospital militar.

- 5 de março: Chávez morre em Caracas aos 58 anos.

Com AFP

    Leia tudo sobre: venezuelaeleição na venezuelachávez

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG