De acordo com Itagiba Vieira Franco, cantor tinha ferimento na mão e deixou marcas de sangue em interruptores, portas e paredes

O apartamento no qual o cantor Chorão foi encontrado morto nesta quarta-feira (6) estava "totalmente revirado", de acordo com o delegado Itagiba Vieira Franco, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A causa da morte do músico, que completaria 43 anos em abril, é incerta.

Leia também: Chorão, da banda Charlie Brown Jr., é encontrado morto em São Paulo

Em entrevista em frente ao apartamento onde o corpo foi encontrado, na zona oeste de São Paulo, o delegado afirmou que o cantor tinha um ferimento na mão e que marcas de sangue foram encontradas em interruptores, portas e paredes. "(O local) estava totalmente revirado, não havia nada que estivesse no lugar. Tudo quebrado", disse Vieira Franco. "Ele deve ter socado alguma coisa e sangrado a unha."

O delegado se recusou a comentar se drogas tinham sido encontradas, mas confirmou que havia bebida no apartamento. A casa, segundo ele, estava bastante deteriorada e, aparentemente, o cantor quebrava alguma coisa sempre que ficava no local. Nascido em São Paulo, Chorão se mudou para São Paulo aos 17 anos.

Leia também: Chorão não se comunicava havia dois dias, diz delegado

Vieira Franco confirmou que o cantor passava por problemas familiares e estava se separando da mulher, a estilista Graziela Gonçalves. Chorão era pai de Alexandre, fruto de um relacionamento anterior.

De acordo com o delegado, o próximo passo do inquérito é ouvir as testemunhas "para saber o que aconteceu".

Charlie Brown Jr.

Criada em 1992, a banda Charlie Brown Jr. teve diversas formações e Chorão foi o único a integrar todas elas.

O sucesso veio em 1997, com o lançamento do álbum "Transpiração Contínua Prolongada". Canções como "Proibida Pra Mim (Grazon)", "Tudo o que ela Gosta de Escutar", "Gimme o Anel" e "O Coro Vau Comê!" caem no gosto do público, principalmente jovem, fazendo com que o disco venda 500 mil cópias.

Outros hits da banda são "Te Levar", "Zóio de Lula", "Rubão", "Hoje eu Acordei Feliz", "Lugar ao Sol", "Papo Reto (Prazer é Sexo, o Resto é Negócio)", "Não é Sério", "Só Por Uma Noite", entre outras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.