Elenco de astros é o chamariz de "Noite de Ano Novo"

Comédia romântica não tem nada de original, apenas a modesta intenção de provocar bons sentimentos na plateia

Reuters |

"Noite de Ano Novo", do veterano Garry Marshall ("Idas e Vindas do Amor"), é mais um daqueles habituais filmes desta época do ano, ou seja, uma comédia dramática, com vários tipos de romance pelo caminho e um elenco recheado de astros - de longe, sua maior atração.

Divulgação
Michelle Pfeiffer e Zac Effron são uma das duplas de atores que compõe a comédia "Noite de Ano Novo"
O cenário de uma série de histórias entrelaçadas é Nova York. Claire Morgan (Hilary Swank) é a responsável por um dos espetáculos mais tradicionais do Ano Novo, a descida da gigantesca bola na Times Square. Em torno disso, soma-se a responsabilidade pelo show de um popstar, Jensen (Bon Jovi), que está na cidade para resolver uma velha pendência amorosa.

O músico literalmente pisou na bola com a chef Laura (Katherine Heigl) - um ano antes, pediu-a em casamento e depois fugiu. Agora, eles se reencontram porque é ela a encarregada do bufê de uma superfesta a que ele também deve comparecer. E a moça não está a fim de dar mole para ele, por mais que ele insista numa segunda chance.

Problemas mais pungentes atingem Stan (Robert De Niro), paciente terminal num hospital, que deve viver seu último réveillon. Ao seu lado, a enfermeira Aimee (Halle Berry) faz o que pode para suavizar seus últimos momentos - inclusive ajudá-lo a realizar um pequeno sonho.

Os amigos Paul (Zac Effron) e Randy (Ashton Kutcher) têm pontos de vista opostos sobre as festas de fim de ano - Paul adora, Randy detesta. Paul está trabalhando, Randy, de folga, mas os dois vão ter muita ação no seu caminho. Paul, por conta de ajudar uma mulher madura e amarga, Ingrid (Michelle Pfeiffer), a realizar uma lista de desejos, depois que finalmente criou coragem de largar o emprego. Randy, por ficar preso no elevador com a vizinha cantora, Elise (Lea Michelle).

Encontros marcados, adolescentes fujões, mães em crise, problemas técnicos com lâmpadas e muitos incidentes vão pavimentar o caminho de uma longa lista de personagens no roteiro de Katherine Fugate (também a mão por trás de "Idas e Vindas do Amor"). Nada original, nada brilhante, apenas com a modesta intenção de provocar alguns sorrisos e bons sentimentos na plateia.

null

    Leia tudo sobre: Noite de Ano Novocinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG