Governo paulista destina R$ 165 milhões a projetos culturais

Por Brasil Econômico - Cintia Esteves |

compartilhe

Tamanho do texto

Cerca de 400 trabalhos de diferentes linguagens artísticas devem ser contemplados em 2013

Brasil Econômico

O edital destinado a projetos de restauro de bens tombados pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico) foi incluído pela primeira vez no Programa de Ação Cultural (ProAC Editais), do governo do estado de São Paulo, no ano passado. E devido a grande quantidade de inscritos na ocasião, ele volta para a edição de 2013.

No edital anterior foram contemplados três projetos destinados a imóveis localizados nas cidades de Porto Feliz, Itapura e Ribeirão Preto. “Esperamos aprovar pelo menos mais três propostas este ano”, afirma o secretário de Estado da Cultura de São Paulo, Marcelo Mattos Araújo.

Siga o iG Cultura no Twitter

O ProAC é um programa de incentivo à cultura do governo paulista. Este ano, R$ 165,31 milhões serão destinados à execução de projetos em diversas linguagens artísticas. Cerca de 400 trabalhos devem ser contemplados.

Do total desembolsado, R$ 126,35 milhões (valor 7% superior ao do ano passado) vem do ProAC ICMS, que estimula empresas privadas a investirem em projetos culturais destinando parte do imposto pago para este fim. Os interessados em viabilizar um projeto cultural devem procurar as empresas cadastradas no programa.

Leia também: Nova direção do Teatro Municipal promete democratizar ópera em SP

Outra maneira de viabilizar um projeto com subsídio do governo paulista é através do ProAC Editais. Este ano serão destinados R$ 30 milhões, provenientes do orçamento da Secretaria de Cultura, para os trabalhos aprovados. O valor é 20% maior do que o gasto no ano passado.

Podem ser inscritos festivais de arte, projetos ligados a música, teatro, dança e artes cênicas. Também estão incluídos trabalhos relacionados a museus, artes visuais, literatura, circo, além dos projetos de restauro de patrimônio tombado pelo Condephaat.

O cinema tem espaço em programas específicos. O Prêmio Estímulo ao Curta Metragem terá verba de R$ 960 mil para beneficiar 12 projetos de filmes com até 15 minutos de duração, nos gêneros ficção, documentário e animação. As obras são selecionadas por meio de concurso, semelhante ao que acontece no ProAC Editais. Cada escolhido receberá R$ 80 mil para a realização do projeto.

O Programa de Fomento ao Cinema Paulista completa os R$ 165 milhões anunciados pela Secretaria. Através dele, a Sabesp investirá R$ 8 milhões. Neste caso, também é a Secretaria que realiza a seleção dos filmes.

Para mais informações sobre os programas de incentivo acesse o site www.cultura.sp.gov.br.

Leia mais notícias no site do Brasil Econômico

Leia tudo sobre: igspgoverno de spproac

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas