Nova espécie de roedor desdentado é encontrada na Indonésia

"Rato que não rói" se alimenta sugando minhocas e é o primeiro deste tipo entre mais de 2 mil espécies conhecidas de roedores

iG São Paulo |

AP
O P.vermidax é o único entre mais de 2000 roedores conhecidos que não rói

Uma espécie única de rato praticamente sem dentes, que come minhocas e não mastiga nem rói foi descoberta na Indonésia, anunciaram cientistas britânicos nesta quinta-feira (23).

O animal, que parece um musaranho com seu focinho longo e pontudo, foi descrito na edição desta semana do periódico britânco Biology Letters. O Paucidentomys vermidax , que pode ser traduzido livremente como “rato de poucos dentes” e “comedor de minhocas”, é o único roedor dentre 2200 espécies conhecidas que não tem molares. Em vez disse, tem incisivos superiores bicúspides -- com duas pontas afiadas.

Dois ratos foram encontradas nas florestas tropicais montanhas ao sul da ilha Sulawesi, no ano passado, no Monte Latimojong e a 100 quilômetros a noroeste do Monte Gandangdewata.

Veja outras espécies animais descobertas recentemente:
Nova espécie de sapo é encontrada em reserva natural no Paraná
Cientistas descobrem 'cupins-bomba camicases' na Guiana Francesa
Butantan descobre 17 novas espécies de aranhas na Mata Atlântica
Descoberta em Nova York nova espécie de rã
Cientista dá nome de Bob Marley a parasita marinho
Instituto lista as dez novas espécies mais 'bizarras' do mundo

Como ele não tem os dentes posteriores, o rato suga minhocas e as fatia com os incisivos, aí cospe os pedaços e os engole de novo, disse Anang Achmadi, do Museu Zoologicum Bogoriense, que fez parte da equipe de autores do estudo.

Os pesquisadores dizem que a descoberta é importante porque mostra como roedores foram forçados a evoluir no ecossistema de Sulawesi.

Veja imagens da vida selvagem 

“O que define um roedor é justamente sua capacidade de roer, com incisivos que funcionam como cinzéis”, disse o coautor Kevin Rowe, curador sênior de mamíferos do Museu Victoria em Melbourne, Austrália. “É uma evolução notável que um traço que foi tão bem sucedido e permitiu que este grupo de animais consiga roer desde sementes e árvores caídas, nosso lixo e até nossa casa foi abandonado por esta espécie para seguir uma dieta nova”.

O novo rato mostra a única biodiversidade da ilha indonésia, ameaçada por madeireiras ilegais e mineração, afirmou Achmadi.

(Com informações da AP) 

    Leia tudo sobre: ratoroedornova espéciebiodiversidade

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG