Aniz Abraão David está detido na sede da Polícia Civil

Advogado de bicheiro já entrou com dois pedidos de habeas corpus

iG Rio de Janeiro |

O contraventor Aniz Abraão Davi, o Anísio, presidente de honra da escola de samba Beija-Flor, preso nesta quarta-feira (11) por policiais da Corregedoria Interna da Polícia Civil (Coinpol), está detido na sede da Polícia Civil, no centro do Rio de Janeiro.

Anísio é apontado pela polícia como o chefe do jogo do bicho no Rio de Janeiro, que coordena outras células do jogo no País. Ele foi capturado na esquina das ruas Nossa Senhora de Copacabana e Hilário de Gouveia, em Copacabana, na zona Sul da cidade. O bicheiro responde aos processos de formação de quadrilha, corrupção ativa e concurso material.

Leia também : Operação contra jogo do bicho prende ex-prefeito, PMs e contraventores

Agência O Globo
Agentes desceram de rapel do helicóptero da polícia na cobertura do prédio do bicheiro Anísio
O advogado do bicheiro, Ubiratan Tibúrcio Guedes, já entrou com dois pedidos de habeas corpus no tribunal de Justiça. No momento, os pedidos estão sendo avaliados na Terceira Câmara Criminal. A prisão do bicheiro foi decretada nessa terça-feira (10), pelo desembargador Paulo Rangel Nascimento.

Apesar de ser procurado pela polícia durante a operação Dedo de Deus , em dezembro passado, Anísio havia conseguido um habeas corpus que o livrou de uma prisão temporária.

Na tentativa de prendê-lo, a polícia protagonizou cenas de cinema ao descer na cobertura onde o contraventor mora com a família em Copacabana de rapel a partir de um helicóptero.

Na ocasião, o bicheiro não foi encotrado. A necessidade do uso da técnica de rapel para a chegada dos agentes da Cordenadoria de Recursos Especiais (Core) na casa do contraventor, segundo o delegado da Corregedoria Interna da Polícia Civil, Felipe Bittencourt, se justificava pois havia a informação de que a residência possuía portas blindadas.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG