Novas regras para venda de remédios entra em vigor hoje

SÃO PAULO - A polêmica resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que proíbe o acesso de clientes a qualquer tipo medicamento em farmácias (exceto fitoterápicos) entra em vigor nesta quinta-feira.

iG São Paulo |

Com a nova regra, remédios que não precisam de prescrição médica, como analgésicos e antigripais, antes expostos em gôndolas devem ser vendidos apenas pelos funcionários do estabelecimento.

Liminares

A medida, porém, pode não ser sentida por milhares de consumidores. Isso porque, três decisões judiciais garantem às farmácias de pequenas e grandes redes e às filiadas aos sindicatos locais o direito de comercializar os produtos da mesma forma. 

A primeira liminar suspendendo os efeitos da resolução foi dada em outubro, em resposta à ação movida pela Abrafarma - formada pelas 28 maiores redes do País e responsável por cerca de 40% do mercado.

No dia 21 de janeiro saiu a decisão da 21ª Vara Federal, garantindo aos integrantes da Associação Brasileira do Comércio Farmacêutico o direito de continuar vendendo produtos de conveniência. "Somente essa decisão, beneficiou quase 60 mil farmácias do País", contabilizou Sérgio Mena Barreto, presidente da Associação Brasileira de Redes de Farmácia e Drogarias (Abrafarma).

*Com informações da Agência Estado*

Leia mais sobre: farmácias

    Leia tudo sobre: farmáciasremédios

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG