Presidente da Assembleia de Minas dá medalha a si mesmo

Dinis Pinheiro foi um dos agraciados com Medalha do Mérito Legislativo. Roberto Jefferson, um dos reús do mensalão, também foi

Denise Motta, iG Minas Gerais |

Pergunte ao conselho. O conselho é plural e pode explicar de maneira clara e sincera”, respondeu o presidente do legislativo mineiro ao ser questionado sobre sua própria condecoração

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais condecorou com medalhas 200 personalidades de diversas áreas que se destacaram por serviços prestados ou méritos excepcionais na manhã desta quinta-feira (10). Entre os agraciados com o mais alto grau da chamada Medalha do Mérito Legislativo estavam o presidente da própria Assembleia e políticos polêmicos, como o deputado federal cassado e presidente nacional do PTB, Robertto Jefferson, réu no processo do mensalão.

Em entrevista após a solenidade de condecoração, Jefferson disse que trabalhará “de coração” para que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) seja eleito presidente em 2014. Afilhado de Aécio, o governador de Minas, Antonio Anastasia (PSDB), também participou do evento. Quem indicou Jefferson para receber a medalha foi o secretário-geral da assembléia, que é presidente estadual do PTB e foi secretário durante a gestão de Aécio como governador.

Divulgação
O presidente da Assembleia Legislativa de Minas, Dinis Pinheiro (PSDB)
Além de Jefferson, foram homenageados com a medalha os presidentes de assembleias legislativas José Antônio Barros Munhoz (PSDB-SP), Antônio Arnaldo Alves de Melo (PMDB-MA) e Jerson Domingos (PMDB-MS). Barros Munhoz teve seu nome envolvido em um suposto esquema de venda de emendas parlamentares no legislativo paulista investigado pelo Ministério Público. Ele, que já teve os bens bloqueados pela Justiça, também teve seu nome ligado a desvio de cerca de R$ 3 milhões quando foi prefeito de Itapira, no interior de São Paulo. Já Jerson Domingos, acusado pelo Ministério Público de compra de voto em 2006, foi absolvido em julgamento. Nenhum dos três chefes de legislativo compareceu à solenidade.

O próprio presidente da assembleia mineira, Dinis Pinheiro (PSDB), também recebeu a medalha na categoria Grande Mérito, que é destinada a soberanos, chefes de Estado, governadores e ministros. Pinheiro chegou na solenidade com a medalha. É ele quem condecora os homengeados na categoria Grande Mérito. Paulo Sérgio Passos, ministro dos Transportes, estava na lista e compareceu à cerimônia no Expominas, na região Oeste de Belo Horizonte.

As categorias, por ordem de importância, são Grande Mérito, Mérito Especial e Mérito. A chefe de gabinete do presidente da assembleia mineira, Margarete Gelmini Machado, foi agraciada com a categoria Mérito, destinada a magistrados, militares, professores e funcionários públicos.

Denise Motta/iG
Roberto Jefferson, após receber a medalha
Alguns deputados, questionados sobre a homenagem ao presidente da assembleia e ao ex-deputado Roberto Jefferson, contaram ao iG não ter conhecimento do assunto. “Pergunte ao conselho. O conselho é plural e pode explicar de maneira clara e sincera”, respondeu o presidente do legislativo mineiro ao ser questionado sobre sua própria condecoração. A respeito do motivo que leva a homenagear as personalidades, Pinheiro disse: “São pessoas que participaram e estão participando ativamente da vida social do Estado e do Brasil”.

A indicação da medalha é fruto de um conselho dirigido pelo próprio presidente da assembleia e, segundo informações da assessoria de imprensa, quem integra o conselho automaticamente é agraciado com o maior grau da honraria. Integrantes da mesa diretora e líderes da minoria e da maioria, assim como ex-presidentes da assembleia também integram o conselho da medalha.

A assessoria de imprensa da assembleia foi questionada sobre os custos da solenidade, mas, até o momento, não deu resposta. O Expominas, local do evento, é o maior centro de exposições da cidade e contou com uma estrutura montada especialmente para a entrega das medalhas, com palco, telões e cadeiras para comportar centenas de convidados. Houve apresentações da orquestra da Polícia Militar de Minas Gerais e do músico Chico Lobo.

Leia também:

- Defesa de Genoino apela para ataques a Roberto Jefferson

- Roberto Jefferson pede inclusão de Lula entre réus do mensalão

- 'Não podem me empurrar esse bolo', diz Jefferson sobre mensalão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG