Casa do ex-presidente do Cruzeiro em Belo Horizonte é alvo de operação da PF

Operação tem como alvo esquema de superfaturamento de merenda escolar

Denise Motta - iG Minas Gerais | - Atualizada às

A Policia Federal (PF) em Minas Gerais realiza operação para combater superfaturamento de merenda escolar nesta terça-feira (26). Nesta manhã, policiais militares, auditores fiscais e representantes do Ministério Público do Estado cumprem mandados de busca e apreensão em diversos locais da capital mineira, entre eles a residência de Alvimar Perrella, ex-presidente do Cruzeiro e irmão do senador Zezé Perrella, que fica em Nova Lima, Grande Belo Horizonte.

Leia mais notícias sobre Minas Gerais

Desvios: PF faz operação em Minas contra fraude em licitações

Minas Gerais:  Polícia prende "primeira-dama do tráfico" de Contagem

Denise Motta/iG Minas Gerais
Prédio onde mora Alvimar Perrella, em Nova Lima, na Grande BH, é alvo de busca e apreensão

A casa de José Maria Fialho, vice-presidente do Cruzeiro, também está entre os locais a serem vasculhados em Belo Horizonte. Fialho é sócio de Perrella na Stillus, empresa investigada na operação por fraude em licitação e superfaturamento no fornecimento de alimentação.

A empresa Stillus tem contratos milionários para fornecer alimentação a órgãos públicos. É ela, por exemplo, responsável por um restaurante a preços populares na cidade administrativa Presidente Tancredo Neves, sede do governo de Minas Gerais, na região norte da capital mineira.

Integrantes do primeiro escalão da Prefeitura de Montes Claros (Norte de Minas), a 430 quilômetros de Belo Horizonte, também são alvos da operação. Na cidade, estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão, e de prisão, por suposto esquema de superfaturamento de merenda escolar.

Detalhes serão fornecidos nas próximas horas pela PF na capital de Minas e também em Montes Claros.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG