59,77% dos internautas votaram a favor da descriminalização e 40% foram contrários à liberação do aborto

A maioria dos leitores do iG foi favorável à liberação do aborto em caso de gestação de fetos anencéfalos, de acordo com enquete realizada pelo portal.

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira descriminalizar a interrupção da gestação de fetos sem cérebro. Oito ministros foram favoráveis e dois contrários .

Quase 60% dos leitores, 59.77%, votaram a favor da descriminalização, contra 40%, que se mostraram contrários à liberação do aborto.

O julgamento

Os oito ministros favoráveis acompanharam a tese do relator, Marco Aurélio Mello, que entende que a mulher que optar pelo fim da gestação de bebê anencéfalo (sem cérebro) pode fazê-lo sem ser tipificado como aborto ilegal.

Até então, a legislação permite o aborto somente em caso de estupro ou risco à saúde da grávida. Fora dessas situações, a mulher pode ser condenada de um a três anos de prisão e o médico, de um a quatro anos. Nos últimos anos, mulheres tiveram de recorrer a ordens judiciais para interromper esse tipo de gestação.

Além do relator Marco Aurélio Mello, votaram a favor os ministros Rosa Weber, Joaquim Barbosa, Luiz Fux, Cármen Lúcia, Carlos Ayres Brito, Gilmar Mendes e Celso de Mello. Os contrários foram Ricardo Lewandowski e Cézar Peluso que alegaram que a permissão nesses casos poderia servir para a interrupção de gestações de fetos com outras doenças com poucas chances de sobrevivência.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.