Aplicativo
Agência Brasil
Aplicativo

Muitos eleitores apontaram instabilidade no aplicativo E-título , do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) . Porém, aqueles que não estiverem conseguindo justificar o voto por causa do problema do app terão os próximos 60 dias para fazer.

Como alternativa ao aplicaito será possível realizar a justificativa pelo site do TSE. Caso isso não seja feito, o eleitor terá de pagar multa de R$ 3,51 por cada turno. Eleitores que faltam três eleições consecutivas sem justificar ou quitar a multa têm o título de eleitor cancelado e ficam, por exemplo, impedidos de obter passaporte, fazer matrícula em instituições públicas de ensino ou ser nomeado em cargos públicos.

Se o eleitor não tiver acesso à internet, a justificativa pode ser feita pessoalmente em qualquer local de votação apresentando o título de eleitor aos mesários. Pelo computador, os mesários registrarão o número desse eleitor, não sendo mais necessário preencher uma ficha em papel, que era usada em anos anteriores.

Porém, por conta do coronavírus, a orientação essa ano para aqueles que estão fora de seu domicílio eleitoral é para não irem aos locais de votação, evitando, assim, aglomerações.

Desde o início da manhã deste domingo, eleitores têm reclamado da instabilidades no funcionamento do aplicativo do TSE. Em comunicado oficial, a área técnica do tribunal informou que pode haver instabilidade por causa do excesso de acessos simultâneos.

No começo da tarde, o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, reconheceu o problema, mas disse que isso se deve ao grande volumes de usuários que tentam baixar o aplicativo de "última hora". Segundo ele, foram 3 milhões de acessos num único dia.

"Todo mundo baixando no último dia tem esse problema. Peço que as pessoas se empenhem e insistam", afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários