Eduardo Bolsonaro
Jorge William / Agência O Globo
Eduardo Bolsonaro criticou medidas rígidas durante a pandemia

O deputado federal e filho e presidente Jair Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), avaliou a grande quantidade de banhistas nas praias do país como um "recado aos aspirantes a ditadores" durante o feriadão.

Em muitas cidades do litoral, o banho de sol na areia da praia ainda é proibido com medida de contingenciamento do novo coronavírus (Sars-CoV-2). A orientação, porém, foi desrespeitada por muitos, que geraram críticas das autoridades de saúde.

O deputado do PSL, porém, citou o movimento apenas como "lazer" em sua conta no Twitter, onde aproveitou para criticar governadores que probiram as aglomerações na faixa de areia: "As praias lotadas não significam apenas a vontade das pessoas em ter lazer, são também um recado aos aspirantes a ditadores. Quem sabe o que é melhor para si são as próprias pessoas, não os governantes hipócritas e autoritários", escreveu.

    Veja Também

      Mostrar mais