Lula muda tom em relação a Lira e diz que não interfere na eleição a presidente da Câmara
Reproducao: Youtube
Lula muda tom em relação a Lira e diz que não interfere na eleição a presidente da Câmara

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato à presidência da República, mudou o tom em relação ao deputado Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara dos Deputados.

Após criticar o parlamentar pelo excesso de poder no Congresso Nacional, Lula afirmou que não vai se meter na futura eleição do cargo. A declaração foi feita durante sabatina ao site UOL.

"Não é o presidente da Câmara que precisa do presidente da república, é o contrário. Não podemos achar que tem de se meter na eleição do presidente da câmara", disse Lula.

Em maio deste ano, Lula dissera, em discurso no Sindicato dos Metalúrgicos em São Paulo, que o parlamentar tem um “poder imperial” no Congresso Nacional:

“Ele (Arthur Lira) já está querendo criar o semi presidencialismo, ele já quer tirar o poder do presidente para que o poder fique na Câmara dos Deputados. Ele age como se fosse o imperador do Japão.”

Lula, no entanto, manteve a crítica geral ao orçamento secreto aprovado no Congresso.

"É excrescência da política brasileira. O relator tem mais poder do que um ministro do que o presidente. Acontece agora por que o presidente é uma marionete e não tem força sobre o Congresso Nacional", afirmou.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários