Lula e Bolsonaro
Ricardo Stuckert / Divulgação e Presidência da República
Lula e Bolsonaro

O ex-presidente Lula (PT) superou o engajamento do presidente Jair Bolsonaro (PL) na rede social TikTok na primeira semana de uso, mesmo tendo chegado à plataforma oito meses depois do chefe de Estado, no último dia 20, e tendo muito menos seguidores. Atualmente, Lula tem pouco mais de 120 mil seguidores. Bolsonaro tem mais de 1,8 milhão. 

Segundo um relatório dos pesquisadores Dijovanni Marioto, da UFPR (Universidade Federal do Paraná), e Luiza Mello, da UFF (Universidade Federal Fluminense), o vídeo com mais engajamento do ex-presidente mostra ele fazendo uma "sarrada no ar" ao lado de jovens da militância do PT. O post teve cerca de 63,5 mil curtidas, 7,8 mil compartilhamentos e 5,6 mil comentários. Na gravação, ele também faz o sinal de "hang loose". 

O relatório analisou os vídeos dos dois presidenciáveis entre os dias 20 e 26 de junho. Nesse período, o petista fez 9 postagens e citou Bolsonaro em apenas uma. O capitão reformado do Exército fez 23 postagens e criticou diretamente o ex-presidente em pelo menos quatro. 

No mesmo intervalo, o vídeo com melhor performance de Bolsonaro, em que ele destaca feitos de seu governo no campo econômico, teve cerca de 52 mil curtidas, 3 mil compartilhamentos e mil comentários. Ele só ganha de Lula na quantidade de visualizações, com 470 mil reproduções de seu vídeo contra 428 mil do ex-presidente.

O TikTok é um aplicativo criado na China, no qual usuários postam vídeos curtos voltados para o entretenimento imediato. A plataforma tem se tornado cada vez mais relevante dentro do cenário político, principalmente entre os jovens. Em eleições em outros países, como aconteceu na Colômbia, a rede foi primordial para o aumento de popularidade dos candidatos.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o perfil geral do Portal iG .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários