Ex-ministro Milton Ribeiro foi preso nesta terça-feira
Isac Nóbrega/PR
Ex-ministro Milton Ribeiro foi preso nesta terça-feira

O Ministério da Educação afirmou que recebeu a equipe da Polícia Federal na manhã desta quarta-feira (22), e que "não compactua com qualquer ato irregular". A pasta está envolvida em denúncias de corrupção que envolvem pastores e o ex-ministro Milton Ribeiro, preso no âmbito da operação 'Acesso Pago', deflagrada nas primeiras horas da manhã .

"No sentido de esclarecer todas as questões, o MEC reforça que continua contribuindo com os órgãos de controle para que os fatos sejam esclarecidos com a maior brevidade possível", diz a nota.

"O MEC ressalta que o Governo Federal não compactua com qualquer ato irregular e o continuará a colaborar com as investigações", conclui.

Ribeiro foi preso por suspeitas de envolvimento em corrupção e tráfico de influência durante sua gestão à frente do Ministério da Educação. Também cumpre mandados de busca e apreensão e prisão contra os pastores-lobistas Arilton Moura e Gilmar Santos, por suspeitas de crimes na liberação de recursos do MEC para prefeituras.

A operação foi autorizada pela 15ª Vara Federal do Distrito Federal e apura crimes como corrupção e tráfico de influência durante a gestão de Milton Ribeiro. A investigação teve início no Supremo Tribunal Federal, mas foi enviada à primeira instância depois que Milton deixou o cargo de ministro da Educação do governo Bolsonaro.

* Com informações d'O Globo

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários