Bolsonaro recua sobre apoio a Milton RIbeiro: 'A PF está agindo'
Reprodução/Facebook/Mauro Ribeiro
Bolsonaro recua sobre apoio a Milton RIbeiro: 'A PF está agindo'

O presidente Jair Bolsonaro (PL)  recuou do apoio ao ex-ministro da Educação Milton Ribeiro e afirmou que "a PF está agindo". Durante entrevista à rádio Itatiaia, na manhã desta quarta-feira (22), o presidente ainda aproveitou a oportunidade para dizer que a  prisão prova que ele (Bolsonaro) não interfere na Polícia Federal. "Vai botar a culpa em mim? (...) Se fez algo que responda pelos seus atos", disse.

"Em cada ministério, nós temos compliance, então é corrupção zero no nosso governo. A questão é que ele estaria de conversa meio informal de pessoas de confiança dele", afirmou Bolsonaro, que afirmou que não houve ingerência do governo federal nas supostas ações fraudulentes no Ministério da Educação.

"Nós afastamos ele, se tem prisão é Polícia Federal. É sinal que ela está agindo. O Milton responde pelos atos dele. Isso é sinal de que eu não interfiro na PF", completou o presidente.

Questionado, Bolsonaro voltou a dizer que não sabia de qualquer irregularidade e não teve participação nos supostos crimes cometidos no Ministério da Educação. 

"Lamento, a imprensa vai dizer que está ligado a mim, paciência. Se tiver algo de errado, ele vai responder. Se for inocente, sem problemas, se for culpado, vai pagar. O governo colabora com as investigações. A gente não compactua com nada disso. Agora não sei qual a profundidade dessa investigação. No meu entender não é aquela orgânica, por que nós temos compliance nos ministérios, qualquer contrato, negócio, não passa. Quem compra é o Ministério, não tenho como saber o que 23 ministérios compram".

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários