Suplicy na reunião das diretrizes dp programa de governo do PT nesta terça-feira (21)
Reprodução: Youtube - 21/06/2022
Suplicy na reunião das diretrizes dp programa de governo do PT nesta terça-feira (21)

Um episódio envolvendo o vereador Eduardo Suplicy (PT- SP) causou constrangimento no evento de lançamento das diretrizes do programa de governo da chapa Lula-Alckmin nesta terça-feira. Alegando não ter sido convidado, Suplicy reclamou que uma proposta de renda básica de cidadania formulada por ele não tinha sido incluída no documento apresentado em São Paulo.

Na mesa estavam o pré-candidato a vice pelo PT, o ex-governador Geraldo Alckmin, e o pré-candidato à Presidência, o ex-presidente Lula, que permaneceu com a cabeça baixa enquanto Suplicy falava, com um papel em mãos.

"A proposta não foi considerada, infelizmente, entreguei por e-mail há dez dias e não foi considerada ainda, entre os itens principais, a instituição da renda básica de cidadania, aprovada por todos os partidos e sancionada pelo presidente Lula. Está no programa do PT há muitos anos. Ele (Mercadante) tem alguma coisa comigo, não me convidou para essa reunião! Mas hoje estou aqui e continuarei trabalhando para que Lula e Alckmin instituam a renda básica de cidadania enquanto eu estiver vivo", disse Suplicy, cortando uma fala do ex-senador Aluizio Mercadante, presidente da Fundação Perseu Abramo e um dos coordenadores da campanha de Lula.

Sem passar o microfone a Suplicy, que permaneceu de pé em frente à mesa, Mercadante respondeu que não era sua "função" acompanhar a lista de convidados:

"De fato não tive como acompanhar o convite de todas as pessoas. É só olhar o tamanho do plenário. Nem era minha função", respondeu o ex-senador e ex-ministro.

Em seguida, Mercadante explicou que a proposta de renda básica de cidadania, motivo de reclamação de Suplicy e uma de suas principais pautas na vida política, seria discutida "em debate aprofundado" e "em momento oportuno" com as demais propostas que serão recebidas na plataforma recém-lançada pelo PT. Afirmou, ainda, que a reclamação era injusta:

"Cometeu duas graves injustiças aqui. Mas estou acostumado, fui líder com vossa excelência na bancada, sei que é assim mesmo".

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários