Presidente disse que participação nos debates deste ano dependerá das
Isac Nóbrega/PR - 08/06/2022
Presidente disse que participação nos debates deste ano dependerá das "circunstâncias"

Nesta segunda-feira (13), o presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a dizer que sua participação nos debates no primeiro turno das eleições deste ano vai depender das "circunstâncias".

"Não quero bater o martelo agora para dizer depois que eu recuei", afirmou. "Debater com Lula eu debato hoje, sem problema algum. O que acontece hoje, num clima desses, é que os outros candidatos vão para lá bater em mim, todos estão contra mim. Então eu vou levar pancada o tempo todo e não vou poder me defender, ou acusar, ou fazer ponderações", acrescentou Bolsonaro, em entrevista à Rádio CBN-Recife .

O mandatário, no entanto, disse que se houver debates no segundo turno, ele vai participar "obviamente".

Na última semana, o chefe do Executivo afirmou que ele comparecer aos debates no primeiro turno é uma "questão de estratégia" e que quer deixar "em aberto" a sua presença . O posicionamento, porém, foi um recuo da declaração da semana anterior, quando disse que participaria caso o ex-presidente Lula confirmasse presença .

"É uma questão de estratégia o primeiro turno, nenhum presidente participou. Então quero deixar em aberto isso daí. Se eu falar 'vou', mas depois não vou, vão me atacar. Se eu (digo) 'não vou' e depois vou, atacam. Então deixo aberto", afirmou em entrevista ao canal AgroMais  no último dia 6.

Nas eleições de 2018, Bolsonaro, então candidato do PSL, não compareceu a nenhum debate na televisão contra Fernando Haddad (PT) no segundo turno. À época, o  presidente havia sido esfaqueado  durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG) e disse, dias antes do programa, que poderia ter problemas com a bolsa de colostomia, embora o médico o tivesse deixado à vontade para decidir se ele iria ou não.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários