Apresentador de TV José Luiz Datena
Divulgação
Apresentador de TV José Luiz Datena

O jornalista José Luiz Datena (PSC), pré-candidato ao Senado por São Paulo, afirmou que se sente desconfortável comas críticas do presidente Jair Bolsonaro (PL) à imprensa.

O mundo político paulista ainda aguarda a decisão do jornalista - se ele desistirá da disputa como fez nos últimos três pleitos.

"O jogo político está mudando muito. Por enquanto eu estou [pré-candidato]. Continuo com o Tarcísio e sou o senador dele aqui em São Paulo", disse à Folha de S.Paulo o apresentador do programa Brasil Urgente, da TV Bandeirantes.

Datena integra a chapa apoiada pelo presidente Bolsonaro, que tem Tarcísio de Freitas (Republicanos) na cabeça para concorrer ao Governo de São Paulo.

Questionado pela reportagem se ele se sentia confortável de estar na chapa do candidato de Bolsonaro, apesar dos constantes ataques à imprensa feitos pelo presidente, Datena revelou incômodo.

"Não me sinto confortável. Porque acho que a imprensa brasileira é a melhor imprensa do mundo, que ajudou na história do país os momentos mais difíceis do país", disse.

"Eu tenho orgulho de fazer parte da imprensa brasileira e claro que não me sinto confortável em ver a imprensa sendo atacada toda hora. Gostaria que o presidente mudasse a sua posição", afirmou, lembrando sua história como jornalista. "Mas ele tem a forma de ele ser, eu tenho a minha."

Concorrência contra Moro

De acordo com a última pesquisa RealTime BigData, divulgada em 23 de maio, o jornalista aparece em 1º lugar, com 29% das intenções de voto para o Senado por SP. É seguido pelo ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) com 20% e por França (PSB) com 26%.

Sobre  Moro, Datena afirmou que o ex-juiz “parece ter usado o julgamento do Lula para ser ministro do Bolsonaro”. Além disso, disse que gostaria de disputar a eleição contra o ex-ministro. “O Moro seria um ótimo candidato que eu gostaria de disputar numa eleição com ele. Porque eu considero o Moro falho em vários sentidos. Acho que ele foi um prejuízo à Lava Jato. Ao invés de ajudar, ele atrapalhou”, declarou.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários