PF realiza treino de agentes que irão fazer segurança dos presidenciáveis
Reprodução/Twitter
PF realiza treino de agentes que irão fazer segurança dos presidenciáveis

A Polícia Federal apresentou nesta terça-feira o seu plano especial que será usado ao longo da campanha eleitoral deste ano. Batizado de Operação de Segurança aos Presidenciáveis, o projeto foi apresentado durante uma reunião com representantes de partidos políticos e teve o objetivo de “alinhar as estratégias e apresentar o planejamento operacional” para o período que antecede as eleições, focado nos candidatos à presidência da República.

Segundo o órgão, as ações já foram iniciadas em março deste ano, e, em abril, “foi instituído o Curso de Proteção à Pessoa, destinado a servidores da PF e convidados, cujo objetivo foi formar operadores para as equipes de segurança dos candidatos à Presidência da República nas eleições de 2022”.

No vídeo divulgado pelo órgão, é possível ver treinamentos para uma série de possíveis situações de emergência no acompanhamento de candidatos, incluindo uso de armas de fogo e prestação de primeiros socorros.

O órgão também já havia confirmado a aquisição de 71 veículos blindados para reforçar a segurança dos candidatos e das equipes policiais dedicadas à proteção dos presidenciáveis durante a campanha eleitoral deste ano.

Em reunião para apresentar o planejamento do trabalho aos partidos políticos e à imprensa, a PF informou que teve gasto total de R$ 32 milhões em compras de diversos equipamentos para o trabalho a ser realizado durante o processo eleitoral. Além dos veículos, os gastos incluem aquisições de coletes balísticos, uniformes e outros itens.

A PF também estima um custo operacional de R$ 25 milhões a ser gasto ao longo do trabalho da campanha eleitoral, envolvendo principalmente os deslocamentos dos policiais federais para acompanhar os candidatos e pagamentos de diárias.

Segundo o coordenador de proteção à pessoa da PF, delegado Thiago Marcantonio, as aquisições de equipamentos também servirão para outros trabalhos realizados pela PF de segurança a autoridades públicas, como chefes de nações estrangeiras.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários