Pré-candidato à Presidência, Ciro Gomes, do PDT
José Cruz/Agência Brasil - 14.08.2018
Pré-candidato à Presidência, Ciro Gomes, do PDT

pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) disse que o eleitorado brasileiro é composto por até 15% de "nazistas" e "fascistas", ao falar sobre a parcela da população que apoia o presidente Jair Bolsonaro (PL) nas eleições deste ano.

De acordo com Ciro, o apoio a Bolsonaro explicaria até mesmo o desempenho do ex-ministro Tarcísio de Freitas (Republicanos) na disputa pelo governo de São Paulo, de acordo com as pesquisas eleitorais .

"O Brasil tem 10%, 12%, 15%, de eleitores que se identificam com Bolsonaro. São nazistas mesmo, fascistas. São anticiência, são homofóbicos. Acreditam na terra plana, exploram a religiosidade popular, exploram os temas da moral popular", disse o pré-candidato em entrevista à rádio CBN de Campinas nessa quinta-feira (26).

Considerando os números apontados nas últimas pesquisas divulgadas, Ciro Gomes se referia a quase metade do eleitorado do mandatário.

De acordo com pesquisa XP/Ipespe divulgada nesta sexta (27), Bolsonaro tem 34% das intenções de voto , aparecendo em segundo lugar na corrida presidencial. Em primeiro, está o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), com 45%.

“Isso são 10%, 12%, o que explica porque o Tarcísio, um cara do Rio de Janeiro, chega aqui em São Paulo e, só porque é candidato do Bolsonaro, já está rivalizando com os primeiros”, acrescentou ele.

Na ocasião, o ex-ministro também disse que uma outra parcela do eleitorado de Bolsonaro teme o retorno de Lula à Presidência.

“Quase um terço do eleitorado do Bolsonaro diz que vai votar no Bolsonaro porque não quer o Lula e o PT de volta, apesar de estar muito frustrado, decepcionado e tal. Eu me animo de que eu possa ser a resposta para essas pessoas não se obrigarem a votar [neles], porque tenho chance, realmente, de apresentar um projeto para o Brasil”, disse.

Conforme a última pesquisa do Datafolha , 37% dos eleitores de Ciro têm Lula como segunda opção de voto. Apenas 10% afirmam que poderiam votar em Bolsonaro. Segundo os dados, o pedetista é o pré-candidato mais citado como segunda opção de voto (20%).

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários