Bolsonaro apresenta notícia-crime contra ministro Alexandre de Moraes
Reprodução
Bolsonaro apresenta notícia-crime contra ministro Alexandre de Moraes

presidente Jair Bolsonaro (PL) apresentou uma notícia-crime contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. Bolsonaro acusa Moraes de abuso de autoridade. O presidente argumenta que o chamado inquérito das fake news, no qual é investigado, não se justifica.

O relator do caso, ministro Dias Toffoli, está na República Dominicana e só volta ao Brasil nesta quinta-feira feira (19). 

Bolsonaro questiona sua inclusão no inquérito das fake news, que investiga a disseminação de notícias falsas contra o STF. Ele afirmou ainda que foi mantido como investigado mesmo depois de a Polícia Federal (PF) concluiu que ele não cometeu crimes ao falar da segurança do processo eleitoral.

"Por óbvio, o prejuízo político ocasionado ao Mandatário Nacional com a subsistência de tal Inquérito é evidente e de fácil constatação. A demonstrar o alegado, basta-se deitar os olhos na imprensa brasileira e constatar a quantidade de matéria pejorativas que foram publicadas contra o Presidente da República em razão de sua inclusão no Inquérito", diz a notícia crime, assinada pelo advogado Eduardo Magalhães.

O inquérito das fake news foi aberto em março de 2019 para investigar notícias fraudulentas, ofensas e ameaças a ministros do STF. Em agosto do ano passado, Bolsonaro foi incluído como investigado devido aos ataques, sem provas, feitos às urnas eletrônicas e ao sistema eleitoral.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários