O presidente Jair Bolsonaro durante o lançamento do Canal Educação e do Canal Libras, no Palácio do Planalto
Marcelo Camargo/Agência Brasil - 26/04/2022
O presidente Jair Bolsonaro durante o lançamento do Canal Educação e do Canal Libras, no Palácio do Planalto

Em discurso nesta segunda-feira (16), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que "poderia ter acabado com a CPI [da Covid] nas primeiras semanas". Antes da declaração, Bolsonaro falava sobre investigações de corrupção. 

"Isso está sendo uma regra no nosso governo, se aparecer algo a gente vai para cima, ajuda a investigação. Olha a CPI da Covid, eu poderia ter acabado com a CPI nas primeira semanas", afirmou o presidente. 

Na sequência, Bolsonaro afirma que não aceitaria emenda de Omar Aziz e Renildo Calheiros, irmão de Renan Calheiros, sobre a compra de vacinas contra Covid-19 sem licitação. 

"O alvo era eu, me acusaram de fraude virtual. 'Ai, ele queria comprar a Covaxin'. Não compramos uma dose, não pagamos um centavo. E se tivesse comprado, eu não seria o responsável", disse Bolsonaro. 

Confira declaração completa:

Entre no canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo . Siga também o perfil geral do Portal iG .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários