Quadro em homenagem ao presidente, de Lucimary Bilhart, foi exibido por Bolsonaro em sua live, em 17 de março deste ano
Reprodução 04/05/2022
Quadro em homenagem ao presidente, de Lucimary Bilhart, foi exibido por Bolsonaro em sua live, em 17 de março deste ano

Um detalhe na "live" semanal do  presidente Jair Bolsonaro (PL) do dia 17 de março chamou a atenção. Ao fundo, uma tela de cores vivas retratava o próprio presidente com um sorriso, segurando uma "caneta Bic", ao lado de uma águia e duas bandeiras. A mesma imagem ainda trazia outra representação de Bolsonaro, sobreposta, dessa vez com um olhar contemplativo.

Quem frequenta as redes sociais bolsonaristas identificou os traços e o estilo marcante da obra, característica da artista Lucimary Billhardt. Apoiadora de Bolsonaro, ela ganhou notoriedade por quadros que retratam o presidente e seus aliados com referências a símbolos da direita e temas religiosos.

Ela já pintou o presidente chorando ao lado de Jesus, com o ex-presidente americano Donald Trump, e até cercado por animais em posição de prece. Ela também costuma pintar adversários do presidente, como o ex-presidente Lula, associado a imagens demoníacas.

O que não se sabia era o périplo de Billhardt para que o quadro chegasse a Bolsonaro. Após ver que ficaria caro enviar o presente por conta própria do Rio de Janeiro até Brasília, ela procurou a Força Aérea Brasilia (FAB) solicitando o transporte. Foi antendida rapidamente.

Com pouco mais de 5 mil seguidores no Twitter, entre eles o próprio Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), o ex-ministro Ricardo Salles e a deputada federal Bia Kicis (PL-DF), Bilhardt diz que começou a desenhar em 2019.

A FAB afirmou que "foi consultada e autorizou o transporte, em 18 de fevereiro de 2022, no trecho Rio de Janeiro/Brasília, em aproveitamento de voo em aeronave que se encontrava pousada na Base Aérea do Galeão, portanto, sem custos adicionais, de um quadro doado para o Senhor Presidente da República".

A FAB, porém, não informou quem fez a consulta e quem autorizou o transporte. Também não respondeu quais as regras para que qualquer pessoa possa solicitar o transporte de itens via voo oficial, como fez a apoiadora do presidente.

*Com informações de O Globo

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários