Estudo aponta que Bolsonaro trabalha, em média, menos de 5 horas por dia
O Antagonista
Estudo aponta que Bolsonaro trabalha, em média, menos de 5 horas por dia

Um estudo realizado por três acadêmicos brasileiros trouxe mais esclarecimentos e detalhes sobre a agenda do presidente Jair Bolsonaro (PL) em Brasília. Intitulado “Deixa o Homem Trabalhar?”, o levantamento foi divulgado no perfil do cientista político Dalson Figueiredo, um dos realizadores.

De acordo com a pesquisa, no período entre janeiro de 2019 e fevereiro de 2022, que engloba quase todo o mandato, Bolsonaro trabalhou, em média, 4,8 horas diárias. Veja a pesquisa na íntegra a seguir: 


A média de 4,8 contabiliza tempo de deslocamento do chefe do Executivo em viagens. No estudo, consta que todos os registros com carga horária superior a cinco horas se referem aos períodos em que o presidente estava em trânsito.

Com este dado, foi possível concluir que, quando comparado a um trabalhador que cumpre a carga normal de 8 horas diárias, o presidente trabalha cerca de 3,2 horas a menos.

Leia Também

Além disso, com os dados da agenda oficial, os pesquisadores identificaram que a quantidade média da carga de trabalho do presidente tem sofrido uma queda gradual com o passar dos anos: de 5,6 horas em 2019 para apenas 3,6 horas no primeiro bimestre de 2022.

Com suas 3,6 horas diárias, observa-se que o chefe do Executivo trabalha, em média, 20% a menos do que um estagiário (aproximadamente 6 horas por dia). O índice dobra quando Bolsonaro é comparado a estudantes em atividades de estágio, com uma carga 40% inferior.

Sextou?

Numa análise semanal da carga de trabalho, as terças-feiras (5 horas) e as quintas-feiras (5,3 horas) foram apontadas como os dias mais produtivos do presidente.

Por outro lado, na sexta-feira, o expediente de Bolsonaro é mais curto: há uma diferença significativa quando comparamos a média geral (4,8 horas) com a média de sexta (4,3 horas).

De acordo com o estudo, o mandatário trabalha, em média, 18 horas semanais a menos que um trabalhador regido pela CLT e 14 horas semanais a menos do que um servidor público federal da administração direta.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários