Dilma e Lula enviam mensagem de apoio a Mélenchon na França
Reprodução: commons - 05/04/2022
Dilma e Lula enviam mensagem de apoio a Mélenchon na França

Os ex-presidentes brasileiros  Luiz Inácio Lula da Silva e sua sucessora Dilma Rousseff apoiam o candidato da esquerda radical, Jean-Luc Mélenchon, na eleição presidencial na França, anunciou, nesta terça-feira, a equipe do presidenciável.

Ambos, juntos à presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann , desejaram a Mélenchon, de 70 anos, "sucesso no primeiro turno desta semana", em um breve comunicado em francês publicado na página de internet do "Parlamento da União Popular" de Mélenchon.

Os políticos brasileiros também expressaram seu "reconhecimento" e "gratidão" ao partido França Insubmissa, por seu apoio "nos momentos mais difíceis da democracia" no Brasil, como "o golpe de Estado" contra Rousseff e a "condenação injusta" de Lula. 

Mélenchon visitou Lula na prisão em 2019. Rousseff foi derrotada por um processo de impeachment em 2016 e Lula passou mais de um ano e meio na prisão entre 2018 e 2019 por denúncias de corrupção, as quais ele sempre negou, em processos nos quais o juiz foi declarado parcial pela corte suprema anos depois.

Leia Também

Mélenchon aparece em terceiro lugar nas pesquisas, 6,5 pontos percentuais atrás da candidata de extrema-direita Marine Le Pen. O atual presidente, Emmanuel Macron, lidera a corrida eleitoral, com 27% dos votos. O primeiro turno acontece no próximo domingo, dia 10.

Atualmente, o líder da esquerda brasileira lidera as pesquisa da presidencial de outubro no Brasil, à frente do presidente Jair Bolsonaro.  Em novembro de 2021, o ex-presidente brasileiro se reuniu em Paris com o presidenciável esquerdista, mas também com a candidata socialista, a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, em uma série de viagens pela Europa.

Até agora, o presidente Emmanuel Macron lidera as pesquisas do primeiro turno de 10 de abril, seguido de Marine Le Pen (extrema-direita). Mélenchon também aparece com chances de passar para o segundo turno de 24 de abril.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários